Projeto distribui gentileza através de frases em garrafas

Um típico paulistano, o publicitário Alessandro Novello resolveu que queria fazer algo para inspirar e tornar o dia das pessoas mais positivo. “Gosto de tudo que é feito com as mãos e com amor, tipo cozinhar, cuidar de plantas, cuidar da casa, etc.“, disse em entrevista ao site Follow The Colors.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com essa vontade que surgiu o projeto Letras Garrafais, um movimento que espalha gentileza através de frases inspiradoras escritas em garrafas que não foram para o lixo nas ruas de São Paulo.

“Outra coisa boa que aconteceu é que o projeto também incorporou um lance de sustentabilidade, pois eu só reutilizo garrafas que iriam para o lixo. No começo eu usava as garrafas de consumo próprio mas depois comecei a recolher garrafas pelos caminhos onde deixava uma do Letras Garrafais. Então, veio mais um tipo de gentileza, com a própria cidade. Difícil é lugar para armazenar tanta garrafa!”

Após produzí-las ele as espalha pela cidade. “Como quase todo mundo, eu gosto de arte, poesia e caligrafia. Também gosto de escrever, sem pretensões, nem tenho competência literária ou poética pra isso, apenas expresso meus pensamentos. Claro que minha experiência profissional contribui para que as coisas tenham uma estética interessante. Então, eu precisava juntar tudo e descobrir um meio pra isso acontecer. Daí vieram as garrafas. Comecei fazendo uma para minha esposa, depois para presentear a galera da agência e logo depois comecei a distribuir nas ruas.”

Apesar de Novello receber sempre pedidos de encomendas ele não quer vender, pois é tudo com um único objetivo: fazer gentileza sem mesmo saber pra quem está fazendo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“É legal saber que Letras Garrafais nasceu antes do Instagram. Na essência, é um projeto de gentileza urbana, ou seja, acontece fisicamente e nas ruas. Eu criei o Insta somente para que outras pessoas pudessem ser impactadas e também para estabelecer algum tipo de contato com quem achasse a garrafa.”

O site Follow The Colors fez uma super entrevista com ele. Você pode ver abaixo alguns trechos dessa conversa, ou clicar aqui e conferir o papo na íntegra.

FTC: O que é arte para você e como você define a sua arte?

Pra mim arte é indefinível. De qualquer forma, penso que qualquer tipo de manifestação, com algum senso estético, capaz de estabelecer alguma comunicação sensorial com a audiência é arte. Pode ser um prato de comida, uma tela pintada, um som, dança, uma projeção, enfim, qualquer coisa.

Sobre mim, é sempre muito difícil definir-se, eu demorei um pouco para considerar o que faço arte. Diante do que conheço de arte e pelas minhas influências / inspirações, eu definiria minha arte como poesia. Utilizo outros recursos associados a escrita, como a garrafa, as flores, a cidade que serve de cenário, a foto. Também gosto de brincar com o formato das letras e o duplo sentido das palavras, que é mais um recurso estético, A minha é arte para ler e para ver. Podemos dizer que minha arte é poesia. Mas eu gosto mesmo é da intervenção urbana. É na rua meu momento mais feliz. Então eu classifico como poesia urbana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

FTC: Qual material utiliza?

Garrafas usadas, Canetas spray a base de óleo (pra resistir à água), flores, papel kraft para a etiqueta e barbante.

FTC: Com o que você se inspira?

Para escrever, tudo. O que eu tô sentindo, uma notícia, uma cena, as pessoas, ás vezes uma palavra que me provoca a fazer uma frase. Como eu disse, procuro estar sempre atento a tudo que acontece ao meu redor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

FTC: Qual foi sua primeira garrafa?

A que eu fiz para minha esposa. Dizia “Boas doses do meu amor que é todo seu”. Para rua, a primeira foi “Do nada o amor te pede tudo.”

FTC:Uma frase especial para ser colocada em uma garrafa;

Curto muito o título do livro do Renato Russo: “Só por hoje e para sempre”. Agora, se for uma frase minha, vai essa inédita: “Mesmo entre as letras mais apertadas existe espaço para o amor.”

follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-02a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-03a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-04a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-05a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-06a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-08a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-09a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-10a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-11a follow-the-colours-projeto-letras-garrafais-espalha-gentileza-sao-paulo-13a

Fonte: Follow the Colors

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,145,419SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Empresa dá festa de 15 anos para filhas de 130 funcionários

Uma festa que muitos colaboradores não poderiam proporcionar às suas filhas.

Esse bebê sorrindo ao cortar cabelo pela 1ª vez é a coisa mais fofa que já passou por aqui

A simpatia do Levi Donato Mastroianni, de 1 ano e 3 meses é imbatível. Um vídeo dele, que os pais gravaram o ano passado,...

Menino de 13 anos vende bolos para ajudar família e sonha abrir confeitaria em RO

Uma ideia sem compromisso acabou gerando curiosidade. Da curiosidade, a iniciativa que se transformou em negócio: aos 13 anos, o jovem Nilson Júnior gere...

Turcos protestam por um mundo melhor e mais livre

Os acontecimentos destes dias na Turquia estão mudando um estado e a politica de um governo. O que começou com um simples protesto contra...

Há 17 anos ela dá aulas de natação de graça para quem não pode pagar, em Salvador

Quem não vive em uma cidade litorânea pensa que quem tem a sorte de viver, deve dar um mergulho todos os dias, não é...

Instagram