Projeto de inclusão usa água como ‘terapia’ e ensina bodyboarding a jovens com deficiência

O Estrela do Mar é um projeto que nasceu da morte prematura de um atleta e que completa 10 anos de transformação e impacto na vida de dezenas de crianças e adolescentes em Aracaju (SE).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando o Ailton Kostela foi assassinado tentando salvar uma criança durante um assalto, eu decidi que era hora de homenageá-lo colocando em prática o sonho que ele tinha de ter um projeto social como o Estrela do Mar”, conta Bryon, policial militar e primo do atleta.

O sonho era montar uma escola de bodyboarding para pessoas em situação de vulnerabilidade social e, da junção de um grupo de amigos, nasceu o Estrela do Mar. Uma homenagem aos primeiros alunos que tinham uma luz toda especial.

jovens em praia sorrindo
Foto: reprodução/Facebook Projeto Estrela do Mar

“É incrível ver que o trabalho que começou com oito crianças com Síndrome de Down e duas com comprometimento motor e psíquico, hoje alcança uma quantidade de famílias de uma forma muito além do desenvolvimento físico dos jovens. O impacto do trabalho deles passa por levar informação e abrir possibilidades”, contam Iara e Eduardo, os Caçadores de Bons Exemplos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como funciona o Estrela do Mar

Usando de meios técnicos e científicos para que fossem oferecidas não só atividades lúdicas, mas também um espaço de desenvolvimento de habilidades sociais dos jovens na medida do possível, o projeto abraça diferentes crianças.

“Queríamos um lugar onde elas pudessem interagir, todas tomando consciência de que existem outras realidades. Afinal, conhecimento é o que acaba com o preconceito”, conta Byron.

Trabalhando com a água como forma de ‘terapia’, muita convivência, amor e doação para ensinar o surfe para elas, o projeto leva prazer a quem passa por ele, sejam voluntários, alunos e pais.

“Nós trabalhamos com continuidade. Os pais acreditaram na gente e isso nos ajudou a crescer, principalmente na base do boca a boca. É um projeto de inclusão, pois as mesmas atividades são feitas por todas as crianças”, completa.

homens se abraçam em praia
Foto: reprodução/Facebook Projeto Estrela do Mar

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A equipe é formada por profissionais de educação física, que oferecem aquecimento e alongamento; pedagogas especialistas em educação inclusiva, que atendem as crianças nos aspectos psíquico e motor; e atletas da prática esportiva, que ensinam as técnicas.

Porém, ainda assim, estão sempre abertos para novos parceiros que possam doar equipamentos, protetor solar e lanches.

Para saber mais, acesse o Facebook e o Instagram do Projeto Estrela do Mar.


Mais uma atitude inspiradora? Temos! Conheça!
👇

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,493,634SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Experimento coloca pessoas em situação de homofobia e mostra suas reações

Mostramos aqui um experimento feito na Lituânia em que um negro pede ajuda às pessoas para traduzir um texto, porém, quando começam a ler, é...

Jovem que faz entregas de bike com a filha comove web e internautas criam vaquinha

A foto de um jovem que faz entregas de bicicleta junto com sua filha pequena viralizou nas redes sociais. Ele é o Alessandro Medeiros, rapaz...

Hospital cultiva alimentos frescos e os oferta a pacientes de baixa renda

A despensa comunitária também oferece gratuitamente outros alimentos industrializados, com o intuito de oferecer os nutrientes necessários às necessidades de cada paciente.

Mulher pede ao marido nunca deixar de molhar sua planta depois que morrer, anos depois ele descobre que é de plástico

Antonia Nicol trabalha no corpo de bombeiros de Londres, mas seu pai vive na África do Sul, na cidade de Johanesburgo. Infelizmente, por conta...

Mãe ‘desperta’ do coma para amamentar filha de 2 anos

Apesar de ainda não estar plenamente consciente, sua incrível reação animou a família, que mantém esperanças de que ela vá para casa em breve.

Instagram