UFBA transforma óleo recolhido nas praias do Nordeste em carvão

A Universidade Federal da Bahia (UFBA) lançou um projeto de destinação para o óleo recolhido das praias do Nordeste.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o apoio do Instituto de Química, que atua com processos de compostagem acelerada, os estudos realizados pelo projeto ‘Compostagem Francisco’, formado por uma professora, três estudantes de graduação e uma de doutorado, permitiram aprimorar uma técnica que transforma o óleo bruto encontrado nas praias em carvão.

“Bioativadores criados aqui no instituto aceleram a degradação da matéria orgânica e, em 60 minutos, o petróleo é degradado e transformado em carvão”, explicou a professora doutora Zenis Novais da Rocha, responsável pelo projeto.

Óleo transformado em carvão

O maquinário do Instituto de Química da UFBA é capaz de transformar 50 kg do pretume em carvão diariamente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Infelizmente, ele ainda está chegando em baixa quantidade à universidade, pois apenas alguns voluntários sabem da novidade e levam o que foi recolhido para transformação.

“Esse processo de compostagem acelerada é limpo, não inflamável, com aditivos que não agridem o meio ambiente, e ainda não libera gases que seriam liberados em caso de incinerar o óleo, por exemplo. Então, é uma escolha com inúmeras vantagens”, complementou a professora.

Leia tambémComo você pode ajudar a retirar o óleo nas praias do Nordeste agora mesmo

De acordo com algumas linhas de investigação, a totalidade do petróleo bruto recolhido possui a mesma origem, que ainda não definida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Suspeita-se que o material tenha vindo de navios petroleiros que realizaram limpezas em seus tanques e escoado os rejeitos diretamente para o mar.

O petróleo cru é altamente poluente e tóxico. Entrar em contato com o material é desaconselhado pelo IBAMA.

Caso ocorra, é essencial que o composto seja retirado com gelo ou azeite da pele e o local de contato seja imediatamente lavado com água e sabonete neutro – sem jamais levar as mãos sujas à boca ou aos olhos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Correio 24 horas/Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,644,941SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

ONG faz história ao começar limpeza da “Grande Ilha de Lixo do Pacífico”

A comunidade científica estima que mais de um trilhão de detritos compõem a Grande Ilha de Lixo do Pacífico. Esse número vem aumentando exponencialmente desde a década de 1980.

11 histórias de amizade fofas, engraçadas e emocionantes

Nossa linha do tempo traz onze histórias de amizade fofas, algumas engraçadas e outras que emocionam profundamente. Pre-para!

Conquista feminina! Depois de 23 anos, mulheres voltam a ser enviadas para navios de guerra pela Marinha da Índia

Somente depois de 23 anos, a Marinha da Índia finalmente enviou oficiais mulheres para fazerem parte da tripulação de seus navios de guerra. "Quatro oficiais...

Esposa de cantor prova que “o amor cura” após assumir recuperação do marido que sofreu acidente

Bruna fez questão de tirar o marido Ricardo Anthony do hospital para que ele fosse cuidado por ela em casa. Sua recuperação tem sido incrível em poucos dias.

Brasileiro inova ao criar oficina mecânica móvel e aumenta o faturamento mensal

Existe pelo menos um fato indiscutível no Brasil: aqui encontramos uma criatividade sem tamanho. Depois de perder o emprego, Matheus Roberto Silveira inovou ao...

Instagram