Projeto paulista que dá bolsas de estudo para travestis e transexuais é sucesso e vai ampliar vagas

Com alguns meses de existência, o programa Transcidadania, criado pela Prefeitura de São Paulo, que dá bolsas de R$ 827,40 para travestis e transexuais voltarem a estudar pelo menos 30 horas por semana, já é um sucesso total, tanto que eles planejam aumentar o número de bolsas de 100 para 150 no próximo semestre.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Das participantes da primeira edição, apenas 10% deixaram o curso, número abaixo da média de evasão escolar de jovens e adultos no País (os chamados EJA), que é de 36%, segundo o IBGE.

O objetivo é que, até o fim de 2016, todas saiam com o ensino finalizado e se essa meta inicial for atingida, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos estuda ampliar o programa com a inclusão do Ensino Médio.

Todas as participantes do Transcidadania disseram ter sido expulsas de casa e, hoje, 43,07% delas vivem em albergues ou na rua. Há ainda uma minoria (6,15%) que mora em prédios invadidos.

Das bolsistas, 63% são pretas e pardas, a maioria com idade entre 31 e 40 anos e o recurso financeiro oferecido chega a ser 100% da renda de algumas delas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O principal objetivo da maiorias das participantes ao ingressas no programa é arrumar um emprego, seguido de redução da discriminação e formação continuada.

Para o coordenador de Políticas LGBT de São Paulo, Alessandro Melchior, em entrevista ao Brasil Post, o oferecimento da bolsa foi baseado em pesquisas que mostravam que a maioria das transexuais e travestis não voltavam a estudar por falta de dinheiro. “A única fonte de renda era a prostituição. Quando você estabelece uma fonte mínima de renda, mesmo que temporária, dá condições para que essas pessoas comecem a desenvolver uma trajetória”.

n-TRANSCIDADANIA-large570

o-TRANSCIDADANIA-570

trans1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

trans2

trans3

trans4

trans5

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Brasil Post e G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,824,688SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

76 anos depois de terem sido separados pelo Holocausto eles se reencontraram

"Mas ele está aqui. O pequeno Simon está aqui”

Menina aniversariante leva pedaço de bolo para seu amigo sem-teto

Logo após sua festinha de aniversário, a pequena Sther Luize fez questão de levar um pedaço de bolo para um morador em situação de...

Proprietário oferece sua loja de móveis para desabrigados depois de tempestade de inverno no Texas

Nas últimas semanas, diversas regiões dos Estados Unidos têm atravessado uma histórica tempestade de inverno, que já deixou milhões de pessoas desabrigadas e sem...

Emoção pura! Casal que havia feito lindo pedido de casamento agora se casaram

Em abril do ano passado, postamos aqui no RPA uma lista com os mais criativos pedidos de casamento, se não lembram vejam aqui. E...

Alunos transformam tema de redação em projeto de inclusão digital para idosos

“Os idosos se sentiram úteis, valorizados, protagonistas. E depois de uma série de ações singelas, mas significativas, os alunos com certeza mudaram o olhar para com os idosos”, comenta a professora dos estudantes.

Instagram