Projeto permite que colaboradores escolham reportagens de veículo dedicado à causa feminista

Já pensou que legal parte de uma rede de comunicadoras dedicada à causa feminista, sugerindo temas que giram em torno dos direitos das mulheres, educação e entretenimento?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto da Revista Azmina vai funcionar com um sistema de bolsas. As “Bolsas d’Azmina” permitirão que as profissionais envolvidas realizem 13 reportagens escolhidas pelos colaboradores por e-mail.

“A representatividade da mulher nos meios de comunicação é ínfima. Isso faz com que temas importantes para nós não recebam a devida atenção, equando recebem, é sempre a partir de um viés masculino. O Bolsas d’AzMina é mais uma iniciativa da revista para ampliar a participação feminina no jornalismo e, consequentemente, promover a igualdade de gênero”, afirma Nana Queiroz, diretora executiva da Revista Azmina.

A campanha de financiamento do projeto fica no ar até o dia 16 de abril. Saiba mais sobre a iniciativa e como contribuir aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,758,975SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Além da deficiência: João Maia é cego e faz fotos incríveis dos Jogos Paralímpicos

“Minha visão é uma grande aquarela e a fotografia é um quadro que vou pintando com os meus clicks.” A declaração é de João...

Ex-prefeita de Lençóis Paulista-SP deixa 25 milhões em caixa para seu sucessor

Isabel pagou os salários dos funcionários de dezembro antecipadamente, assim como as contas dos fornecedores que venceriam somente no dia 15 de janeiro.

Homem tira o próprio turbante e quebra código religioso para salvar criança

Sem capas ou máscaras, a história do herói de hoje tem um acessório poderoso também: um turbante. O jovem Harman Singh, 22 anos, tirou seu turbante, quebrando assim...

Queniano transforma lixão em jardim público: ‘As pessoas merecem uma área verde e limpa’

Um terreno baldio utilizado por mais de 10 anos como local de despejo de lixo em Nairóbi, no Quênia, foi completamente transformado pela ação...

Idoso de 84 anos doa rim para sua vizinha, de 72: “Serei eternamente grata”

Certo dia, a aposentada Linda Nall, 72 anos, colocou uma placa no jardim de sua casa com os seguintes dizeres: “Eu sou do tipo...

Instagram