Senado aprova projeto que prevê a proibição de plástico descartável no Brasil

Nesta terça-feira, a Comissão de Meio Ambiente (CMA), que faz parte do Senado, aprovou um projeto importantíssimo, que prevê a retirada gradual do plástico descartável no Brasil. De acordo com o projeto, em dez anos, o plástico presente em pratos, copos, bandejas e talheres descartáveis deverão ser substituídos por materiais biodegradáveis.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relacionado: Canudinho comestível é alternativa sustentável ao plástico

Isso acontecerá progressivamente, sendo que, assim que aprovada a lei, 20% do plástico deverá ser retirado em até 2 anos, a exigência aumentará para 50% em 4 anos, 80% em 8, e, finalmente, ele será totalmente substituído em uma década.

A autora do projeto, Rose de Freitas (PMDB-ES), afirma que a grande preocupação é o destino final do plástico descartado, que costuma ir para rios, mares e oceanos, comprometendo a vida marinha. Estudos estimam que, até 2050 existirá mais plástico nos oceanos do que peixes, daí a importância de iniciativas como esta, que nos ensinam que, existem diversas alternativas mais sustentáveis do que o plástico.

Senado aprova projeto que prevê a proibição de plástico descartável no Brasil 2

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além do mais, a contaminação por microplásticos, que vem através da água tratada, acontece porque os sistemas convencionais de tratamento da água não estão sendo capazes de retirar esses micro organismos, o que está comprometendo a saúde humana. Qual é a alternativa? Diminuir consideravelmente a quantidade de plástico utilizada por nós consumidores.

O relator da proposta, senador José Medeiros (Pode-MT), ainda deixou claro uma outra questão a ser levada em conta, que são os danos causados pela extração do petróleo: “Os impactos das refinarias vão desde as consequências dos estudos sísmicos na exploração, até o consumo de grandes quantidade de água e energia, liberação de diversos gases nocivos na atmosfera e até grandes vazamentos de petróleo”.

O plástico demora centenas de anos para se decompor na natureza. Uma garrafinha de água pode levar até 400 anos, o impacto disso na natureza é enorme, por isso, a importância de leis que incentivem as pessoas a transformarem seu modo de consumo e que estabeleçam como esta prática será implementada de acordo com cada país. Na Inglaterra, França e Costa Rica o plástico descartável já foi proibido. Estamos torcendo para que o Brasil seja o próximo.

Senado aprova projeto que prevê a proibição de plástico descartável no Brasil 3

Com informações de Ciclo Vivo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Sagar Chaudhray

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Senado aprova projeto que prevê a proibição de plástico descartável no Brasil 5

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,086,633SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Depois de “falir”, cozinheira prova sua capacidade de resiliência e leva quentinhas a lugares que nunca imaginou

A gastronomia é a grande paixão da chef pernambucana Maria da Conceição Melo, de 48 anos. Mas nem sempre foi assim, quando mais jovem...

Aos 47 anos, diarista supera o câncer e vence torneio de fisiculturismo

A paranaense conta que começou a treinar por recomendação médica, para se recuperar fisicamente, mas que jamais havia pensado na possibilidade de competir profissionalmente.

Centenas de alunos paralisam escola que demitiu 2 professores LGBT que ficaram noivos

Certa vez, o escritor Josh Billings comentou em um de seus célebres livros: “Honestidade é a riqueza mais rara que alguém pode possuir”. Com...

Empresário cria carrinho sustentável para diminuir sacolas plásticas e agora vende para o país todo

Você já percebeu quantas sacolas plásticas tem estocadas em casa? Tenho certeza que deve ter um armário cheio delas, acertei? Foi exatamente essa reflexão...

Alunos de escola doam cimento para obra no Hospital do Amor de Palmas (TO)

Alunos da Escola Estadual Dom Alano Marie Du Noday, em Palmas, promoveram uma campanha para levantar recursos destinados ao Hospital do Amor do Tocantins. Com...

Instagram

Senado aprova projeto que prevê a proibição de plástico descartável no Brasil 6