Projeto social fortalece o empreendedorismo feminino na Baixada Fluminense

O projeto Feirart de Bel é um programa da Secretaria de Cultura de Belford Roxo que atua na inserção de pessoas do mercado de trabalho através da geração de trabalho. Inicialmente foi desenvolvido para apoiar mulheres em situação de violência doméstica, porém foi ampliado há cerca de dois anos como forma de fortalecer a renda familiar dos artesãos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Feirart levou 17 artesãos para dois dias de exposição realizada no Parque Industrial de Belford Roxo, onde trabalham cerca de duas mil pessoas, entre colaboradores, parceiros e prestadores de serviço. A ação foi realizada a convite do grupo All In, que integra o Comitê de Diversidade da Bayer.

Projeto social fortalece o empreendedorismo feminino na Baixada Fluminense

Leia tambémElectrolux cria curso profissionalizante e traz consciência para o desperdício de alimentos

Quianne Maia Correa é uma das integrantes do grupo All In, responsável por ações de equidade de gênero, e explica, com alegria, como surgiu:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O objetivo dessa parceria foi promover o empreendedorismo feminino e fortalecer o engajamento com a comunidade. Ficamos muito felizes com o resultado, pois a realização da feira no Parque Industrial é uma grande oportunidade de expor o artesanato em um local estratégico, onde passam muitas pessoas”, explicou Quianne à redação do Razões para Acreditar.

Projeto social fortalece o empreendedorismo feminino na Baixada Fluminense

Márcia Faria é uma das expositoras e acompanha o Feirart desde seu lançamento.

Projeto social fortalece o empreendedorismo feminino na Baixada Fluminense

Ela conta que começou a fazer crochê como sugestão de terapia. Hoje já personaliza chinelos, panos de prato, toalhas, laços, potes e caixas recicláveis.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Projeto social fortalece o empreendedorismo feminino na Baixada Fluminense

“Comecei a fazer artesanato como terapia, mas logo em seguida vi oportunidade de venda como forma de obter renda extra. Hoje minha dedicação é total. Então o Feirart fortalece o trabalho de artesãos locais, e isso é muito importante”, disse Márcia à redação do Razões para Acreditar.

Projeto social fortalece o empreendedorismo feminino na Baixada Fluminense

O Parque Industrial está instalado em Belford Roxo há 60 anos e cerca de 70% dos funcionários da empresa são moradores da Baixada Fluminense.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémFábrica da Electrolux em São Carlos reduz em 99% o envio de resíduos orgânicos para aterro

Leia tambémProjeto fotográfico trabalha empoderamento e empreendedorismo de mulheres

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,758,975SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Dove mostra que não existem mães perfeitas, apenas mães reais

Uma das marcas que aparece sempre aqui no RPA é a Dove, e não é pra menos, suas campanhas são sempre inspiradoras. Basta lembrar...

Menino de 5 anos salva irmã de incêndio e volta para resgatar cachorro e restante da família

Essas histórias lindas de salvamento encantam muito a gente! O pequeno Noah Woods, de apenas 5 anos, foi um super-herói este ano. A casa dele...

Serviço de assinatura de fraldas biodegradáveis oferece descarte sustentável

Em seus primeiros 60 dias de vida, um bebê utiliza, em média, 8 fraldas por dia (240 por mês!), número que vai se reduzindo...

Menina cria campanha COmVIDa-20 e arrecada 4 toneladas de alimentos para famílias carentes

A Manu tem apenas 11 anos, mas já fez mais para combater a Covid-19 do que muito marmanjo por aí. Chega mais que eu...

Empresa promove evento para integrar mulheres no mercado de trabalho digital

No Brasil, segundo o PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), 28% dos jovens entre 18 e 24 anos não estudam e nem trabalham....

Instagram