Projetos incentivam o consumo de frutas “feias” e ajudam a reduzir o desperdício

A discussão sobre o desperdício de alimentos tem aumentando consideravelmente diante das toneladas de comidas que são descartadas todos os dias. Estima-se que a Europa desperdiça cerca de 300 milhões de toneladas por ano, e para conscientizar a população, em 2014, a União Europeia declarou o “Ano Europeu contra o Desperdício de Alimentos”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para sensibilizar e combater o desperdício alimentar algumas instituições criaram ações de conscientização como é o caso do Projeto Fruta Feia, em Lisboa. Um grupo de empreendedores lançou uma cooperativa onde é possível comprar dos fornecedores frutas, verduras e legumes que são consideradas feias pela sua aparência, mas que podem ser perfeitamente consumidas, pois mantêm o mesmo sabor e qualidade nutricional.

É tudo com cara de xepa. O tomate manchado, a cenoura torta, o morango pequeno. Tudo é vendido por um preço muito menor  e o consumidor além de economizar, contribui para reduzir o desperdício de alimentos.

O Projeto Fruta Feia já ajudou a evitar 37% de desperdício. É uma ideia simples e sensacional que colabora com produtor rural, o consumidor e principalmente com o meio ambiente.

2UGLYFRUIT5-slide-BXFO-superJumbo 2UGLYFRUIT5-slide-UBE6-superJumbo UGLYFRUIT-2-superJumbo-v3

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Outra campanha que combate o desperdício de alimentos foi criada pela rede francesa de supermercados Intermarchê que chamou de “frutas e legumes inglórios”.  Além das peças publicitárias que estimulavam o consumo dos alimentos feios, os clientes foram surpreendidos na seção de vegetais onde normalmente se encontram produtos bonitos, brilhantes, vistosos, e foram substituídos por alimentos feios, que provavelmente  seriam jogados fora, posicionados em destaque nas gôndolas.

Para ajudar a venda, além dos 30% de desconto, foram distribuídos sucos e sopas feitos com estes alimentos, para reforçar a ideia que o gosto fica o mesmo. A campanha aumentou em 60% a venda desses itens. Veja:

inglorious-fruits-and-vegetables-v800

Estamos programados a seguir os padrões da ditadura da estética onde o bonito é mais gostoso. Essas ações provam a mudança de um comportamento e que pequenas atitudes como comprar uma fruta feia, evita que mais comida perfeita seja desperdiçada e jogada no lixo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Crédito das fotos: Patricia De Melo Moreira/Agence France-Presse — Getty Images

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,827,226SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vídeo foca na cura, e não na doença, em vídeo sobre câncer de mama

O que diferencia o choro de  alívio e felicidade, do choro de medo, tristeza e desespero? São os detalhes, o esboço de um sorriso em meio às...

Mulher dá a resposta perfeita a comentário homofóbico de vizinha

Sem dúvida a melhor resposta que alguém poderia dar a um comentário homofóbico.

Casal brasileiro faz melhor lua de mel pela Europa e nós podemos provar!

Ismael e Cristiane estão numa lua de mel pela Europa e seus filhos estão mostrando no Twitter o quanto seus pais estão Curtindo a Europa Adoidado.

Menino de 10 anos distribui lanches caseiros para desabrigados nos EUA

Liam Hannon tem 10 anos e passou as férias escolares preparando lanches feitos em casa para pessoas que moram em situação de rua.

Funcionários dão dinheiro de presentes do Amigo Secreto à colega assaltado

”Às vezes, a gente imagina que não teria esse tipo de contato no trabalho, mas eu encontrei esse contato.”

Instagram