Multidão protesta contra grupo que tentou impedir pessoas com deficiência de irem à praia na PB

Clique e ouça:

Após um grupo de moradores do bairro de classe média alta Cabo Branco, em João Pessoa (PB), ter ido à Câmara Municipal para tentar impedir a frequência de pessoas com deficiência à praia, alegando “muito barulho”, centenas de manifestantes se reuniram nos arredores do bairro para protestar contra o preconceito e prestar solidariedade às pessoas com deficiência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A repercussão negativa do caso em toda a Paraíba fez uma multidão comparecer ao Acesso Cidadão, próximo à Fundação Casa de José Américo. Os participantes atestaram o pleno direito de todos a usufruírem do banho de mar, dos jogos esportivos, lazer e cultura promovidos em Cabo Branco, o que acontece todos os sábados das 7h às 12h.

Ajude uma mãe que cuida sozinha de filhos com paralisia cerebral

manifestação pessoas rua

Diversas autoridades prestaram apoio à manifestação e criticaram a atitude da minoria de moradores do bairro em tentar impedir a livre circulação de pessoas com deficiência na praia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Estudantes constroem e doam andadores feitos de PVC para crianças com deficiência

A Prefeitura de João Pessoa é responsável pelo programa Acesso Cidadão, realizado em parceria com a organização social Acesso Social, que há seis anos proporciona cidadania a aproximadamente cem pessoas com deficiência e necessidades especiais da capital, promovendo atividades esportivas e de lazer.

Inclusão para pessoas com deficiência

“O Acesso Cidadão promove momentos de inclusão para aquelas pessoas que, por vezes, não podem entrar no mar por conta de uma limitação física, e, aos sábados, elas também entram em contato com outras pessoas que vêm aproveitar a praia e as belezas da nossa cidade. Vamos continuar o trabalho e reforçar ainda mais o acesso a quem mais precisa”, frisou Diego Tavares, secretário de Desenvolvimento Social.

O deputado federal Ruy Carneiro afirmou na passeata que está trabalhando no Projeto de Lei “Praia Inclusiva”. O PL visa alterar o estatuto das cidades, a Lei Brasileira de Inclusão e a Lei nº 10.098, de 2000, para tornar obrigatória a adaptação das praias, parques e espaços de uso público visando condições acessíveis para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

“O Projeto ‘Praia Inclusiva’, que já estamos trabalhando a algum tempo para que possamos apresentar, vem justamente para assegurar o direito da pessoa com deficiência no que se refere a inclusão. Soube com tristeza, justamente na Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, do pedido das moradoras do bairro de Cabo Branco para que os deficientes deixassem de frequentar à praia e o projeto. Isso é um absurdo. Repudio todo e qualquer ato preconceituoso. E estou trabalhando para garantir isto na lei”, afirmou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja o vídeo de manifestantes protestando contra o preconceito a deficientes visuais na praia:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Parlamento PB/Fotos: Reprodução/YouTube Cláudia Carvalho

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,053,345FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,698SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garoto recebe ajuda de gamer profissional e sugere vender latinhas para retribuir

Essa semana muita gente se emocionou com a história do garoto Guilherme, um menino humilde que gosta de jogar um game chamado Free Fire,...

Adolescente recusa oferta de R$ 46 milhões por site sobre Covid-19

O que você faz quando tem 17 anos? Pensa em estudar, curtir a balada, se divertir. Mas, não o Avi Schiffmann. Ele construiu um...

Mãe que anunciou faxina por R$ 20 para alimentar filhos comove internautas e recebe R$ 53 mil em doações

A jovem mãe Liliane está desempregada e as faxinas foi o meio que encontrou pra não faltar comida em casa.

Desconhecido compra todo algodão doce de idoso que trabalhava na chuva [VÍDEO]

Se puder ajudar alguém, ajude! Essa é a mensagem deixada por um desconhecido que comprou todo o algodão doce de um idoso que estava...

C6 Bank abre mais de 80 vagas de emprego e dá dicas de finanças pessoais

Eu sempre achei que educação financeira deveria ser uma prioridade nas escolas. Agora, então, é importantíssimo saber administrar o próprio dinheiro. Também acho que a...

Instagram

Multidão protesta contra grupo que tentou impedir pessoas com deficiência de irem à praia na PB 13