Publicitária larga emprego fixo para virar “Neta de Aluguel” em Uberlândia

A mineira Bruna de Campos Barreto tinha um emprego fixo em uma agência de publicidade na cidade de Uberlândia (MG), mas decidiu se reinventar profissionalmente: há pouco mais de um mês, ela dedica todo seu tempo a uma iniciativa batizada de “Neta de Aluguel”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mesmo em tempos de poucas oportunidades de emprego, ela escolheu ensinar pessoas de 28 a 87 anos a navegar na internet e usar as redes sociais. Precisa ter paciência, você deve estar pensando.

Bruna tira isso de letra: ela conta que sempre teve muita paciência e atenção ao ensinar os pais e a avó a usar o smartphone e o computador, segundo informações do G1. Ela somou isso ao seu conhecimento sobre as novas tecnologias para transformar a iniciativa em uma nova profissão.

Os primeiros atendimentos começaram em julho do ano passado. A procura foi aumentando e, então, ela decidiu alugar um espaço, para alavancar no negócio. Atualmente, a Neta de Aluguel atende sete alunos na semana – cada aula tem 50 minutos de duração.

A maior dificuldade dos alunos é a memorização para realizar as funções. Atenta, Bruna produziu um material de apoio, para que os alunos consigam realizar os trabalhos sozinhos.

Os mais velhos, por exemplo, têm dificuldade para enviar mensagens de texto, de SMS ou WhatsApp, e também para enviar fotos ou adicionar contatos, no caso do smartphone. Junto com o aplicativo de mensagens, o Facebook é o aplicativo que eles mais querem aprender a usar.

O seu Edvaldo Duarte de Freitas, de 70 anos, viu nas aulas a oportunidade de acompanhar a família e os amigos no universo digital. O professor universitário aposentado conta com a paciência de Bruna, pois nem a esposa, o neto e os colegas de trabalho tinham paciência para ensiná-lo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

neta-de-aluguel-mulher-homem
O professor aposentado Edvaldo Duarte de Freitas viu nas aulas a oportunidade de acompanhar a família e os amigos no universo digital. (foto: Caroline Aleixo/G1)

Ele frequenta as aulas há um mês e os resultados já começam a aparecer: aprendeu a manusear os aplicativos de mensagens, enviar e-mail e a utilizar as ferramentas do seu smartphone.

Como também é contador, Edvaldo percebeu que o aprendizado seria importante para alcançar melhores resultados no escritório em que trabalha. O próximo passo é dominar o notebook e, para isso, novamente, ele terá Bruna ao seu lado, pronta para resolver suas dúvidas. Demais, né?! 😉

Fotos: Caroline Aleixo/G1

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,750FãsCurtir
1,764,109SeguidoresSeguir
8,643SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram