Publicitária faz marca acessível para amigo deficiente visual abrir negócio

Clique e ouça:

Uma boa identidade visual é essencial para seu negócio começar com o pé direito. Explique isso para um deficiente visual que deseja empreender, e ele entenderá perfeitamente. Mas como saber se a marca que ele pediu para o designer está do jeito que imaginou?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Esbarramos mais uma vez na questão da acessibilidade. O Everton Blumberg teve a sorte de contar com a criatividade e sensibilidade da amiga e ex-colega de trabalho, Fernanda Stecanela, para desenvolver a marca da sua panificadora.

Ambos são publicitários e trabalharam juntos em uma agência em Porto Alegre. Everton perdeu a visão em 2016 por causa do diabetes. Como teve que deixar o mercado da publicidade, ele resolveu transformar seu talento para fazer pães argentinos em um negócio. Foi assim que surgiu a “La Argentinidad”.

publicitária faz marca acessível amigo deficiente visual abrir negócio

Everton recorreu à Fernanda para desenvolver a marca acreditando na sua experiência como diretora de arte. “O meu desafio foi criar uma identidade visual para uma pessoa que não poderia enxergar o que está aprovando”, contou Fernanda ao Razões para Acreditar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

publicitária faz marca acessível amigo deficiente visual abrir negócio

A publicitária não usou uma impressora 3D para isso: apenas uma cola para trabalhos escolares. Fernanda imprimiu duas opções de logotipo e aplicou a cola sobre cada uma delas. A cola forma um relevo, o que permitiu a Everton identificar os traços.

“Eu fui explicando e ele foi sentindo a logo. Ele pôde escolher a que mais gostava”, explica a publicitária.

publicitária faz marca acessível amigo deficiente visual abrir negócio

publicitária faz marca acessível amigo deficiente visual abrir negócio

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

publicitária faz marca acessível amigo deficiente visual abrir negócio

publicitária faz marca acessível amigo deficiente visual abrir negócio

Perguntada sobre a importância da acessibilidade no campo da comunicação para empreendedores deficientes visuais, Fernanda respondeu:

“Quando o Everton me pediu para fazer um logo, disse que confiava muito no meu trabalho. De todo modo, como comunicadora, comecei a pensar em maneiras de tornar mais fácil o contato dele com a própria marca. A comunicação precisa ser acessível a todos, independentemente do público-alvo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por enquanto, o cardápio da La Argentinidad tem cinco opções de pães com nomes que dão água na boca: “La Casa Rosada”, “El Monumental Choripan”, “Los Trigos de Córdoba”, “El Gran Choco de Miranmar” e “Dulce de Leche al Palo”.

publicitária faz marca acessível amigo deficiente visual abrir negócio

Todos os pães são Everton quem faz. Ele só precisa da ajuda dos familiares para a pesagem dos ingredientes, pois ainda não encontrou uma balança com comando de voz para vender. A mistura dos ingredientes, sovar o pão e embalar é com ele.

As encomendas podem ser feitas pelo número (51) 9 98039199 ou através da página da panificadora no Instagram e Facebook.

publicitária faz logomarca acessível amigo deficiente visual abrir negócio

crédito das fotos: Fernanda Stecanela/Arquivo pessoal

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,072,127FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,187SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desconhecidos dão vida nova a idoso que recebeu arroz com ração de cachorro para comer

A história de seu José Adan começou triste, mas terminou muito feliz. Ele é um senhor idoso que vive em situação de rua e...

Yaci e Yara, filhas de quilombolas, são capa da Marie Claire

Dona Maria Santana deve estar orgulhosa, afinal, suas duas filhas gêmeas, Yaci e Yara, estão conquistando o mundo da moda com sua beleza estonteante...

Em apenas 24h, vaquinha para menino que cuida sozinho da mãe doente arrecada mais de R$277 mil

Genteeee, que alegria! Em menos de 24h, batemos a meta da vaquinha para comprar uma casa para o menino José, 15 anos, a mãe...

Internautas impedem falência de camisaria de idoso e vaquinha arrecada mais de R$50 mil em menos de 24h

Genteee, conseguimos! Batemos a meta da vaquinha pro Seu Pedroso não perder sua pequena camisaria, que ele tem há 75 anos. A história do vovô...

Após vídeo viralizar, idoso recebe apoio de desconhecidos para salvar sua camisaria em SP

Apenas seis! Essa é a quantidade de camisas que o seu Odiney Pedroso, um senhorzinho prestes a completar 90 anos, vendeu desde o início...

Instagram

Publicitária faz marca acessível para amigo deficiente visual abrir negócio 13