Publicitário cria plataforma que lista empresas que incluem pessoas negras em suas campanhas

De acordo com o Instituto Locomotiva de Ricardo Meirelles, até o final de 2017, a comunidade negra brasileira terá movimentado aproximadamente R$ 1,62 trilhões de reais, segundo o site. Com o objetivo de mostrar empresas que se preocupam em praticar a diversidade e incluir pessoas negras em seus anúncios, o publicitário Fábio Amarante, da agência Zaion Criações criou a plataforma Compro ou Não Compro, primeiro site voltado para análise de consumo da comunidade negra no Brasil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Crédito: Divulgação

“Quero mostrar nosso poder de decisão e intenção de compra. A plataforma tem o objetivo de organizar nossas demandas e tem três áreas, que são a propaganda, equidade dentro das empresas no quadros executivos e mensuração do conteúdo nos canais de TV”, detalha Amarantes.

Os meios de comunicação podem e devem trabalhar para a inclusão das pessoas negras nas campanhas publicitárias, sem usar dos estereótipos ligados à negritude, como quando até existe a inclusão, mas os papéis são marcados por características de exclusão e desigualdade – fatores que reforçam preconceitos.

“Queremos expandir para mostrar nosso nível de satisfação com tudo os que no impacta. Precisamos trocar experiências sobre nosso poder de consumo e consumir de forma mais consciente e também ensinar as empresas da comunidade que eles têm que ter um espaço bacana. Precisamos rodar todo esse volume monetário que movimentamos anualmente”, finaliza o publicitário.

Iniciativas como essa contribuem para que o público reconheça as empresas que investem na comunidade negra, o que convenhamos, não é nada mais que a obrigação! 😉

Para saber mais:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Facebook

Twitter

Site

Via

Foto da capa: Tolu Bamwo

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,752FãsCurtir
1,764,126SeguidoresSeguir
8,645SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram