Recadinho aos pais sobre “Dia da Família” de escola municipal de SP viraliza na internet

Clique e ouça:

O mundo está mudando e precisamos dessas mudanças, principalmente quando ela começa na escola com nossas crianças.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os ambientes de ensino precisam se adaptar às novas realidades e isso quer dizer questionar o que sempre fizeram, porque ainda o fazem e se seria a forma mais intelinge continuar fazendo.

Em um desses momentos de reflexão, o EMEI Desembargador Dalmo do Valle Nogueira, que fica no bairro da Vila Sônia, em São Paulo, resolveu que não iriam mais celebrar certas datas.

E para explicar aos adultos responsáveis, postaram em seu Facebook oficial o seguinte recado abaixo (e que é uma verdadeira voadora).

Confira a publicação abaixo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Prezadas famílias,
Em mais um ano de bastante discussão, a escola resolveu não realizar eventos nas tradicionais “datas comemorativas” (páscoa, dia das mães, dia dos pais, natal, etc). Achamos importante dividir com vocês algumas razões:
1) As datas comemorativas foram tomadas por um aspecto muito comercial (compras, presentes, consumo) e reforçar essa ideia (do carinho estar necessariamente ligado ao presente) não faz parte dos nossos objetivos;

2) Dia das mães e dia dos pais desconsideram a diversidade das famílias existentes. Tem família que não tem mãe presente, família que não tem pai, famílias dos mais variados tipos. Por que dar tanto valor para o dia das mães e dos pais sabendo que não corresponde à realidade de todas nossas crianças? Não seria muito melhor fazer “dia da família”? Achamos que sim!

3) A escola pública é laica e não professa nenhum credo, respeitando a pluralidade de religiões de nosso povo. Portanto, datas comemorativas cristãs não serão tema do nosso dia a dia por também considerarmos que a religião é da intimidade de cada família e deve ser tratada em casa.

4) Algumas festas insistem em colocar as crianças em “apresentações” que acabam se tornando uma tortura para professoras e crianças: ensaios, vergonha de participar e se apresentar, tristeza pela ausência de um familiar na apresentação, choro… Podemos brincar muito de cantar e dançar na escola sem ter que passar por momentos como esse. A intenção da apresentação tem q surgir da própria criança, e não somente responder a um desejo do adulto.

A nossa escola é espaço de cultura brasileira e trabalharemos para ampliar o repertório de todas as crianças, sem discriminação e exclusões. Todas as famílias são bem vindas nos eventos abertos e também para conhecer o nosso trabalho, que busca trazer novidades e conhecimentos, sempre respeitando as crianças pequenas e seu modo vivo e alegre de ser.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Atenciosamente,
Emei Des. Dalmo do Valle Nogueira

Sobre datas comemorativas…Prezadas famílias, Em mais um ano de bastante discussão, a escola resolveu não realizar…

Publicado por Emei Dalmo Do Valle Nogueira em Segunda, 21 de março de 2016

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Super Pride

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,026,002FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
11,919SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Jovens antecipam casamento após saber que um deles tem apenas 5 meses de vida

Se você, assim como eu, se acabou de chorar vendo "Um amor para recordar" lá em 2002, se prepare: essa história é real, e...

Policiais unem-se a manifestantes em ato contra racismo e violência, nos EUA

É preciso tomar muito cuidado com generalizações, afinal, a profissão e a raça de uma pessoa não podem a definir. E para provar isso, diversos...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Surfistas vão todos os dias à praia para salvar vidas e recebem gratidão de banhistas

Só quem já passou pelo susto de perder o controle ao nadar em um mar ou uma piscina sabe o tamanho do alívio quando...

Instagram