Reciclador acha R$ 5,5 mil em lixão no RS e devolve ao dono

Gustavo Guedes tem 19 anos e trabalha reciclando lixo em Machadinho, no Rio Grande do Sul. Ele passa uma série de dificuldades financeiras e poderia ter ficado com os R$ 5,5 mil que encontrou no lixão da cidade. Só que Gustavo reconhece a importância da honestidade e foi atrás do dono do dinheiro.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gustavo achou 5 mil no lixão

Vaquinha para o gari Betinho, que faz trabalho social com famílias carentes, conseguir reformar sua casa. Faça a sua doação!

No dia 13 ele trabalhava como sempre faz. Só que em uma das sacolas de lixo, havia R$ 5,5 mil em notas de R$ 100.

Dinheiro a gente encontra dois reais, cinco reais. O máximo que eu encontrei foi um celular“, disse Gustavo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele conta que ficou muito assustado com o que estava acontecendo. Só que em nenhum momento pensou em ficar com dinheiro. Ele guardou todo o valor na esperança de encontrar o dono.

Gustavo achou 5 mil no lixão

E a busca do Gustavo terminou quando ele encontrou o homem que havia perdido todo aquele valor. “Ele chegou assustado, Falou que tinha perdido cinco mil e quinhentos reais e que dê repente poderia estar no lixo. Falei: achei uma quantia aqui, mas o senhor vai ter que falar tudo que tinha na sacolinha. E ele acertou tudo“.

O dono do pacote não quis se identificar, mas elogiou a atitude e honestidade do Gustavo. O rapaz ainda recebeu R$ 500 da quantia recuperada, como agradecimento pelo seu gesto.

FONTE: Notícias Uol

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Livraria lança página que valoriza a diversidade

Imagina se fôssemos todos iguais, com gostos idênticos e com a mesma cultura? Sem graça, né? Felizmente, projetos sobre a importância de aceitarmos nossas diversidades estão...

Jovens com Síndrome de Down conquistam autonomia

Aprendizado, responsabilidade e autonomia são algumas das conquistas alcançadas pelos jovens

Mãe tatua desenho do filho no braço, mas descobre que na verdade era do seu amiguinho

Tatuagem é uma marca permanente na pele, que você leva para sempre. Pensando nisso, Victory Garden, de Austin (EUA), decidiu tatuar na parte interna...

Voluntários fazem ‘Delivery de Amor’ para idosas isoladas em Boa Vista (PB)

A dona Teleleu e a dona Zuza participavam do grupo Experiência e Vida promovido pelo Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Boa...

Presidiários cuidam de mulher de 102 anos que uma vez já cuidou deles

Maria Ribeiro da Silva Tavares trabalhava de voluntária no Presídio Central de Porto Alegre quando seu marido faleceu, na época ela era a única...

Instagram