“Dá pra reciclar tudo!”: senhora criou mais de 42 filhos com a reciclagem

Clique e ouça:

A dona Tereza dá um jeito de reciclar tudo o que cai nas mãos dela, com criatividade e muito bom gosto, por sinal. Ela está mais do que certa quando diz que é possível reciclar tudo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A história de vida de Tereza, dona de um sorriso tímido, mas doce como açúcar, faz a gente acreditar naquilo que ela acredita.

A página do Facebook SP Invisível bateu um papo com a catadora de recicláveis. Tereza contou que cata tudo o que encontra. Ela não pensa duas vezes em reaproveitar coisas que para a maioria das pessoas não têm mais utilidade.

“Dá pra reciclar tudo! Nada é descartado. Essa saia, por exemplo, ela era um guarda-chuva. Olha que linda que ela é! Eu reciclo a vida toda, desde criança eu pego as coisas e criei minha família toda com dinheiro da reciclagem”, afirmou ela.

Tereza fala isso sem usar força de expressão. Ela acolheu 42 crianças e adolescentes que moravam em situação de rua. Todos eles, além dos filhos biológicos, muito bem cuidados com o dinheiro da reciclagem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O maior sonho de Tereza é que os catadores sejam remunerados dignamente pelo trabalho deles. Alguns filhos dela viraram catadores, por isso mais do que nunca Tereza deseja salários dignos para esses profissionais, tão importantes para a sociedade. Ela também tem filhos que se formaram advogados e engenheiros.

Independentemente do caminho que cada filho escolheu, Tereza formou uma família unida, com filhos que se apoiam mutuamente. “Aí quando um precisa do outro a gente ajuda!”, disse ela toda orgulhosa da família que criou sozinha.

Confira a postagem na íntegra:

“Dá pra reciclar tudo! Nada é descartado. Essa saia, por exemplo, ela era um guarda-chuva. Olha que linda que ela é! Eu reciclo a vida toda, desde criança eu pego as coisas e criei minha família toda com dinheiro da reciclagem. Meu nome é Tereza. 
Eu cato tudo: comecei catando café quando era criança, catei latinha, plástico, pessoas… É, eu catei pessoas. Tem mais de 42 meninos que foram criados por mim que eu tirei da rua e trouxe pra casa. Além desses, tem mais os biológicos. Tudo com dinheiro da reciclagem!
Meu sonho é que os catadores sejam remunerados dignamente pelo trabalho deles. Eu fico muito orgulhosa de ver esse movimento aqui hoje porque eles estão continuando o meu sonho. Tem muito filho meu aqui, nem todos, mas tem muito menino que eu tirei da rua e hoje tá aqui lutando pelos direitos dos catadores.
Só que foi bom que nem todos viraram catadores, aí a gente consegue criar uma rede: tenho filho advogado, engenheiro, catador, tem de tudo. Aí quando um precisa do outro, a gente ajuda!”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

crédito da foto: SP Invisível/Facebook/Reprodução

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,074,367FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,447SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Policial compra bolo de aniversário para jovem que chorava por terem esquecido a data

O que você faria se todo mundo que você conhecesse esquecesse de seu aniversário? Esta situação, hipotética para muitos, aconteceu com um garoto tailandês....

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Após 8 anos presos em gaiolas, leões de circo são resgatados e pisam na grama pela primeira vez

Não é de hoje que percebemos uma mudança radical nos cuidados aos animais de circo. O público tem cobrado mais responsabilidade com espaço, alimentação...

Internautas impedem falência de camisaria de idoso e vaquinha arrecada mais de R$50 mil em menos de 24h

Genteee, conseguimos! Batemos a meta da vaquinha pro Seu Pedroso não perder sua pequena camisaria, que ele tem há 75 anos. A história do vovô...

Instagram

“Dá pra reciclar tudo!”: senhora criou mais de 42 filhos com a reciclagem 13