Rede de solidariedade constrói casa para ex-moradora de rua em Viamão (RS)

“Não vou morar em uma casa, mas em um palácio”, comemora a ex-moradora de rua Tereza Cristina Araújo. Ela conta nos dedos os dias para se mudar para sua nova casa, com o marido e as duas filhas, em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Cris, como é mais conhecida, é do Rio Grande do Norte. Atravessou o país em busca de emprego, em 2007. Ela foi demitida do supermercado onde trabalhava e, quando o então marido saiu de casa, viu-se impossibilitada de pagar o aluguel. Acabou indo morar embaixo do Viaduto da Conceição.

Sete anos depois, mudou-se com seu atual companheiro, Rafael Rodrigues, e sua filha mais velha, Ana Paula, 16 anos, para um casebre de madeira, num pequeno terreno que Rafael herdou da família, no bairro Parque Índio Jari.

Leia também: Padre entrega casa feita com dinheiro do dízimo para família carente

rede solidariedade casa ex-moradora rua

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O barraco de lona e madeira, rodeado de lixo e entulho, não tinha luz nem água, mas o que Cris mais sentia falta era de um banheiro nos fundos. A história de vida sofrida e o sonho de Cris chegaram aos ouvidos do pintor de parede e ativista social Claudio Roberto da Costa, através da sua namorada.

O morador do bairro Safira, na periferia de Porto Alegre, é conhecido por realizar ações sociais, como a arrecadação de material escolar para crianças carentes, todo início de ano, e a colorização das ruas e casas do bairro, elevando a autoestima dos moradores (leia aqui).

rede solidariedade casa ex-moradora rua
Cris e Claudio em frente ao casebre onde ela morava

“Eu fui fazer a visita para ver a situação porque eles não tinham banheiro e faziam as necessidades em baldes e bacias e jogavam nos fundos. Era uma coisa muito primitiva, o mínimo que a pessoa tem que ter é um chuveiro, água encanada e um vaso. Eu puxei um ao vivo no meu Facebook falando sobre a construção do banheiro e pensei ‘quem constrói um banheiro constrói uma casa’. E aí o pessoal começou a dizer que faria doações”, contou Claudio ao Razões para Acreditar.

rede solidariedade casa ex-moradora rua

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

rede solidariedade casa ex-moradora rua

Leia também: Homem que vive de aluguel já construiu 26 casas para pessoas carentes

Claudio divulgou a situação da família no Facebook e logo começaram a chegar as doações (tijolos, telhas, argamassa etc.) de vizinhos e até de madeireiras do bairro para a construção da nova casa. Atualmente, a família mora na residência de um vizinho, o pedreiro André Ricardo Reis, quem comanda a obra, todos os dias da semana, com o filho, o irmão e o genro.

rede solidariedade casa ex-moradora rua
O sorriso de Cris expressa toda sua gratidão às pessoas que doaram materiais para a construção de sua casa. Foram mais de 60!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

rede solidariedade casa ex-moradora rua

rede solidariedade casa ex-moradora rua

rede solidariedade casa ex-moradora rua

Eram tantas promessas que eu estava desacreditada. Quando o Claudio falou que ia fazer uma filmagem, eu fiquei bem de canto [sem acreditar]. Três dias depois, ele chegou com um caminhão na minha casa. Ali, aquela esperança começou a crescer dentro de mim. Eu voltei a acreditar que ainda existem pessoas boas no mundo”, afirma Cris.

Dois meses depois, a casa de dois quartos, uma sala, cozinha e o tão sonhado banheiro está quase pronta. Eles devem se mudar na próxima semana, já com uma bebezinha de 4 meses, filha da irmã de Rafael, de quem o casal tem a guarda: “Estamos muito ansiosos, na expectativa da casa ficar pronta”.

rede solidariedade casa ex-moradora rua

rede solidariedade casa ex-moradora rua

rede solidariedade casa ex-moradora rua
Agora, sim, uma moradia digna!

Além da casa, a família ganhou móveis, como um jogo de sofás, raque e outras coisas que estão para chegar. Cris ainda ganhou um tratamento dentário e um ‘Dia de Princesa’. 😍

rede solidariedade casa ex-moradora rua

rede solidariedade casa ex-moradora rua
Ela merece!!! 🙏

São tantas as razões para acreditar que Cris deseja fazer o mesmo, criando seu laço na corrente do bem. “Hoje, eu acredito numa vida nova, que existem pessoas de coração bom, que pensam no bem do próximo. Assim como vou pensar no meu vizinho da direita, no meu vizinho da esquerda”, finaliza Cris emocionada.

Leia também: Artistas grafitam casa de madeira em favela de São Luís (MA)

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

rede solidariedade casa ex-moradora rua

crédito das fotos: Reprodução

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,644,123SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Passageiro faz capa ‘anti-medo’ para criança parar de chorar e não ter medo durante voo

O que você faz quando está em um vôo de avião e uma criança começa a chorar?

Após ser humilhado cruelmente por jovens, sorveteiro recebe apoio de internautas

O Sr. Aldonizio tem 45 anos e, no início do mês, foi humilhado enquanto vendia seus sorvetes, na cidade de Coari, Amazonas. Três jovens pegaram...

10 registros fofíneos de gatos usando para-choques de estacionamento como travesseiros

Você com certeza terminará de ler esse post querendo abraçar o japonês Tomohide Sayama! Ele percebeu que alguns gatos do seu bairro adoravam descansar e...

Fotos muito boas tiradas em um túnel de vento

O fotografo Tadao Cern vem trabalhando em uma série, de mais de 100 fotos, intitulada de Blow Job na qual pessoas são retratadas dentro de um túnel de...

Ben & Jerrys reuniu pessoas que se amam, mas que tem opiniões políticas diferentes para conversarem e pararem de brigar

"A gente acredita que discutir política é essencial, mas nem sempre essas conversas são tranquilas, né? Por isso a gente resolveu chamar pessoas que se amam, mas que estão em conflito por terem opiniões políticas diferentes."

Instagram