Voluntários reformam casa de família que adoecia por causa de condições precárias do imóvel

Todo mundo quer morar numa casa confortável. O direito básico a uma moradia com condições dignas ainda é o sonho da maioria da população brasileira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Esse também era o sonho da família de Stephanie Priscila Rosa, que mora com os três filhos numa casinha bem modesta em Paranapanema (SP). Ela e os filhos dormiam juntos no único quarto da casa, que era cheio de problemas e tirava o sono da mãe. Sonhar neste local era difícil, mas agora se tornou possível.

A família recebeu a reforma completa do quarto, através do Programa Vivenda, que leva melhorias para as moradias de centenas de pessoas que vivem em regiões periféricas de São Paulo. Clique aqui e apoie!

O quarto tinha infiltrações, não existia ventilação, apresentava problemas na instalação elétrica e o teto ameaçava cair. Já imaginou que situação para os três filhos de Stephanie? Eles têm idades de dois, três e quatro anos e viviam doentinhos por causa das más condições do quarto.

Stephanie e os filhos viviam adoecendo por causa das condições do quarto. Foto: Programa Vivenda

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Meu quarto era escuro, frio, úmido, não tinha janela, com fiação complicada e o teto tava caindo. Meus filhos ficavam doentes frequentemente por conta da friagem”, lembra a mãe. 😞

Foto: Programa Vivenda

Foto: Programa Vivenda

Foto: Programa Vivenda

Mas essa situação mudou em menos de uma semana. Em cinco dias, o Projeto Vivenda, através da rede #GeneroCidadeSP, tratou de rebocar e pintar todas as paredes, colocou cerâmica, forro no teto, pôs janela e consertou as instalações da energia. Dezenas de famílias sonham com essa oportunidade, clique aqui e contribua!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto: Programa Vivenda

“Na hora que eu entrei, nem parecia a minha casa. Está bem melhor! A primeira noite quando eu acordei aqui, eu olhei em volta, olhei nos meus filhos e pensei: ‘Nossa, nem parece que eu estou num quarto seguro com meus filhos, sério que tá acontecendo isso, num é um sonho não?’ Fiquei meio tonta na hora”, relatou.

Vê só como foi a reação da Stephanie no momento em que entrou no quarto reformado:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois da reforma, Stephanie, que tem rinite alérgica, e os três filhos não adoeceram mas por problemas respiratórios, como costuma acontecer.

“É um bem-estar para os meus filhos, uma coisa boa para eles. Mais claro, mais arejado. Eu meu senti privilegiada e cuidada. Agora eles não ficam mais doentes e não tenho mais medo do teto cair sobre a cabeça deles”, finalizou.

Crianças não adoecem mais e podem brincar com mais segurança e saúde. Foto: Reprodução/YouTube Loft Brasil

Campanha

O Vivenda atua dando crédito acessível e realizando reformas em casas de moradores que vivem em extrema vulnerabilidade, como a família da Stephanie. Em cinco anos, já foram reformadas mais de 1.600 residências em locais como o Capão Redondo, Jardim São Luís, Jardim Ângela, Campo Lindo, Parque Santo Antônio, Cidade Dutra e Grajaú. 

E, você, pode ajudar!

O Razões é parceiro do Programa Vivenda e o Instituto Phi – um das instituições que mais fortalecem o setor social hoje no Brasil, estimulando diversas ações filantrópicas de indivíduos e empresas – numa campanha de matchfunding na Benfeitoria, plataforma que conecta pessoas e projetos!

A ideia é arrecadar R$ 280 mil até o dia 22 de novembro de 2019 para realizar o sonho e mudar a vida de 50 famílias em risco! Vai ser assim: a cada real doado, o Instituto Phi doará outro, formando um matchfunding, quer dizer, o impacto da colaboração é duplicado!!

Vem com a gente, clique aqui e apoie!

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,496,742SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Casal reconstrói mamilos e aréolas de pessoas que tiveram câncer de mama

“Quando eu vi o resultado e a felicidade dela, eu percebi que eu não podia cobrar por aquele serviço. Foi aí que comecei meu projeto."

Bulldog quer nadar em piscina, mas a mamãe diz não [vídeo]

Um filhote da raça bulldog estava se refescando na água da piscina, mas a mamãe não gostou muito da ideia. Será que que ele...

Podcast do Razões: live da Marília Mendonça é um dos assuntos do 6º episódio

Gente linda, tô aqui para informá-los que o episódio de hoje do podcast do Razões está incrível! ❤ Começando com a live da maravilhosa Marília...

Pintor que vive na rua em BH ganha emprego de desconhecido e recomeça sua vida

O músico Túlio Araújo superou o medo e agora ajuda Edmilson a recomeçar sua vida.

Foi inaugurado o primeiro abrigo para LGBTs moradores de rua em SP

Foi inaugurado na quinta-feira (09/10), o Centro de Acolhida Zaki Narchi, que é o primeiro de São Paulo com espaço exclusivo para os sem-teto LGBT. São...

Instagram