Refugiada nadou três horas para salvar a vida de 18 pessoas um ano antes da Olimpíada

A nadadora síria Yusra Mardini não conseguiu se classificar para a semifinal dos 100m borboleta na Olimpíada Rio 2016. O tempo de 1:09.21 só foi suficiente para ela vencer sua bateria. Aos 18 anos, ela faria história se conseguisse passar para a próxima fase da competição. Mas, o mundo lembrará dela pelo o que ela fez fora das piscinas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um ano antes da Olimpíada, a jovem, na época com 17 anos, salvou a vida de 18 pessoas. Fugindo da guerra no seu país, após a casa da sua família ter sido bombardeada, em Damasco, Mardini e sua irmã, Sarah, ficaram à deriva em um bote inflável no meio do Mediterrâneo.

622_7b42d022-4bee-3407-9b69-43c3587c16a9

O pior só não aconteceu porque as duas irmãs pularam na água e nadaram por três horas puxando o bote até uma ilha na Grécia. “Eu queria mostrar ao mundo inteiro que depois da dor, depois da tempestade, vem a calmaria”, disse a nadadora logo após vencer sua bateria.

A história de Mardini e a mensagem que ela traz, de otimismo e esperança, é tudo o que precisamos para acreditar em dias melhores, fazendo nossa parte hoje.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações da ESPN

Acompanhe todas nossas notícias da Rio 2016 aqui.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,089,429SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ação realizada na Argentina ajudou a divulgar crianças desaparecidas com QR codes

A Bandera Blanca Missing Children, organização responsável pela divulgação e busca de crianças desaparecidas na Argentina, lançou uma campanha bem interessante criada pela Almacén de Buenos Aires....

Casa de diarista que ganhou prêmio internacional vai participar da Bienal de Veneza 2016

A casa da diarista Dalvina Borges Ramos, 74 anos, que ficou famosa no país inteiro ao ganhar um prêmio internacional de arquitetura, estará na próxima Bienal de Veneza.

Em quarentena pelo coronavírus, italianos se unem cantando nas janelas

A Itália tem sido afetada imensamente pela pandemia do Coronavírus, é o país mais afetado pelo Covid-19 fora da China, somando muitos casos da...

Episódio final de ‘My Little Pony’ apresenta seu primeiro casal lésbico

O desenho animado My Little Pony: A Amizade é Mágica, uma das mais populares e bem recepcionadas séries infantis do momento, deu um passo enorme...

Pit bulls salvam crianças de ataque de cobra venenosa

Cães salvaram os dois netos dos seus tutores de uma picada fatal.

Instagram

Refugiada nadou três horas para salvar a vida de 18 pessoas um ano antes da Olimpíada 4