Refugiado sírio fatura R$ 1,2 milhão com sanduíche típico do seu país em São Paulo

kickanteO refugiado sírio Eyad Abuharb chegou a São Paulo há dois anos e meio, fugindo da guerra em seu país. Ele logo procurou mesquitas e a comunidade árabe em busca de um lugar para morar e de trabalho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • O livro Seu Sonho tem Futuro veio para que você viva seu sonho e crie renda extra, sem gastar dinheiro próprio!

Conseguiu emprego em um restaurante árabe, onde trabalhou por um ano, até juntar um dinheiro e começar seu próprio negócio: um pequeno restaurante na região do Brás, o New Shawarma.

O carro-chefe do restaurante de pouco mais de 8 metros quadrados é o sanduíche shawarma. A iguaria é típica da Síria e de outros países do Oriente Médio. Leva carne ou frango, pasta de alho, picles e batata frita – tudo dentro do pão sírio. A carne é marinada em um molho especial durante uma semana.

Relacionado: Escola de idioma que tem refugiados como professores é inaugurada em SP

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com um preço camarada, apenas R$ 10, o restaurante vende, em média, 200 unidades por dia. Em 2016, o restaurante faturou R$ 1,2 milhão. O local também vende outros itens, como falafel – bolinho frito de grão de bico –, sujuk – sanduíche de carne picante –, além de refrigerantes e sucos. Desde março, o restaurante faz entregas no Brás.

O sucesso das comidinhas despertou a curiosidade do chef Henrique Fogaça, jurado do programa MasterChefBrasil, da TV Bandeirantes. Fogaça visitou a cozinha do New Shawarma e provou a iguaria. Não só provou, como aprovou, convidando Abuharb para participar de um episódio do programa Rolê do Chef, do canal TLC, em que juntos preparam um jantar com pratos típicos da culinária síria para um grupo da comunidade áraba em São Paulo.

Leia também: Ator e ativista americano, Kal Penn transforma tuíte racista em arrecadações para refugiados da Síria

Em entrevista ao Uol, Abuharb comentou a experiência: “Foi demais, o programa me deu muita exposição”. Agora, o chef já começa a querer expandir o negócio. Ele planeja abrir um segundo ponto nos Jardins ou “outro bairro de poder aquisitivo”. “No Brás, já tenho boa clientela. Vai chegar o momento de crescer e ir para outros locais da cidade, onde o restaurante tenha chances de se tornar mais conhecido e atrair mais gente”, disse Abuharb.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Deu água na boca? Então, corre lá na Rua Barão de Ladário, 897, Brás, São Paulo (SP). Para mais informações, ligue no número (11) 96837-7437.

Crédito de capa: Divulgação

E se você também tem um sonho, este livro te ajudará a dar o próximo passo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,772FãsCurtir
1,921,710SeguidoresSeguir
9,388SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Instagram