Relato de jornalista que salvou senhora ferida no asfalto comove a web

O jornalista Rafael Caliari foi um herói da vida real ao salvar uma senhora ferida, caída sobre uma poça de sangue no asfalto, na última terça-feira (7), no Rio de Janeiro.

O jornalista estava no caminho para o trabalho quando viu a senhora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Rafael era a pessoa certa para prestar os primeiros socorros até a chegada de uma ambulância. Na infância, ele fez parte de um grupo de escoteiros, onde aprendeu a importância de ajudar ao próximo em qualquer situação. Aos 14 anos, Rafael concluiu o curso de situações de calamidade da Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro e, aos 16, já tinha cursos de primeiros socorros e salvamento do SAMU.

O jornalista tomou todos os procedimentos adotados nesse tipo de situação. Deitou-se ao lado da senhora para checar seus sinais vitais e delegou funções para os curiosos que se aproximavam: desviar o trânsito, abanar a senhora e ligar para os bombeiros.

“Evitei que qualquer um movesse a senhora, já que ela relatava dores na cabeça e na região do pescoço (possível trauma cervical). O sangue do supercílio rapidamente coagulou colado ao asfalto. Por sorte fazia sombra, mas se ela se movesse, poderia abrir o corte e perder mais sangue”, disse ele.

Rafael notou que a senhora estava lúcida. Ela provavelmente havia desmaiado por conta do calor e da má alimentação pela manhã. “Havia um corte profundo no supercílio direito (área extremamente vascularizada e que causa muito sangramento até em cortes superficiais) e inchaço abaixo do olho, mostrando algum tipo de sangramento interno ocular”, explicou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Guarda Municipal chegou ao local do acidente e Rafael relatou todas as informações que havia coletado. “Eles rapidamente perceberam que eu estava prestando corretamente os primeiros socorros e trabalharam em auxílio para isolar a área com cones, guardas e viaturas que estavam disponíveis, afinal, já havia um atendimento em andamento e a senhora estava com quadro estável.”

Após 40 minutos, apareceu uma viatura da Polícia Militar. Os dois policiais, um deles portando fuzil, afirmaram que o SAMU demoraria a chegar e que era para Rafael se afastar para que a senhora fosse removida para dentro da viatura. Rafael respondeu que ninguém tiraria a senhora dali sem uma maca, um colar cervical e uma viatura adequada!

O SAMU chegaria uma hora depois. A essa altura, a dona Maria Hilda fazia piadas sobre os policiais que queriam levá-la para dentro da viatura. A Guarda Municipal passou os dados dela para os bombeiros e só então Rafael se despediu da senhora. Ele prometeu visitá-la para tomar um café e ver se estava tudo bem.

Rafael escreveu um post contando o caso em seu perfil no Facebook. A publicação alcançou mais de 34 mil reações e mais de 11 mil compartilhamentos. O jornalista recebeu centenas de elogios: “Pessoas assim merece uma medalha de verdade. Não esses velhos de hoje que qualquer besteira quer alguma premiação, faça sempre por merecer e sempre sem nada em troca, e a maior honra que eu alguém pode ter, parabéns Rafael tenha certeza que essa senhora tem você como herói dela”, disse uma internauta.

Veja o post:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também:

Neto pede para dar banho no avô e restaura nossa fé na humanidade

Cada parte desse vilarejo na Polônia é pintado com flores de todas as cores

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Neta conta para a avó que é bissexual e olha só a reação dela

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,505,556SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Empresa americana produz e doa escovas de dentes feitas de bambu

A empresa produz e doa escovas de dentes feitas de bambu para substituir o uso de escovas de plástico.

Razões na África: projeto quer mostrar o lado positivo que a grande mídia não mostra

Quando falamos da África, qual é a primeira palavra que vem à sua cabeça? Se a resposta for algo parecido com "pobreza" ou "safari",...

Este povoado no Acre tem a economia baseada em troca – e dá muito certo

O Acre existe sim! O antropólogo Roberto Rezende foi matar a curiosidade e decidiu conhecer um pouco mais dos habitantes da reserva extrativista de Alto...

Em menos de 24h, bate a meta da vaquinha para família que vive em barco na Bahia

Há três anos, a família, uma criança de 12 anos, seu pai e um idoso, vive em situação de extrema pobreza num barco abandonado num bairro em Salvador, Bahia. Internautas se comoveram com a história e criaram uma vaquinha.

“Amanhã vou com um maior”, diz jovem que foi à escola usando salto alto após causar polêmica

Empoderado por um salto 12 lacrador, um estudante de Cariacica, no Espírito Santo, sambou na cara do preconceito na escola onde estuda. Ele foi...

Instagram