“Estou sóbrio há 17 anos e ajudar quem mais precisa é o que me dá propósito”

Quando fiz 30 anos, minha vida desandou. Eu fumava crack e usava metanfetamina. Eu estava infeliz e sabia que precisava mudar. A falta de moradia me fez encontrar uma clínica de reabilitação que entrei e saí durante quatro anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No início, a recuperação não funcionou para mim. Tive que me esforçar bastante, mas, aos poucos, comecei a me sentir melhor. Porém, embora eu tivesse parado de usar drogas, eu ainda tinha que seguir com a minha vida.

Então comecei a comprar mais drogas, apenas para me sentir bem, porém, eu não me sentia bem. Na verdade, não me sentia bem como tinha me sentido no início da recuperação. Percebi que estava faltando algo na minha vida: ajudar os outros.

Eu gravei um piloto de um programa de TV em que eu procurava alguém na rua, cortava seu cabelo e transformava sua aparência. Eu cortei o cabelo de um morador de rua alcoólatra.

O programa nunca foi ao ar, mas, alguns meses depois, percebi que aquele era o meu propósito.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comecei a ir regularmente às ruas com uma mochila e um cortador sem fio. Estou sóbrio há 17 anos e esse ‘trabalho’ de conversar e prestar um serviço simples para quem mais precisa é o que me dá propósito, visão e uma sensação de viver fora de mim.

Também mudou a forma como faço meu trabalho no dia a dia. Tenho uma barbearia e uma linha de produtos em que parte da renda vai para as clínicas de reabilitação de Los Angeles, que costumo recomendar para os sem-teto que estão lutando contra o vício.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando eu bebia e usava drogas, meu sonho era ser rico. Achei que o sucesso era uma conquista pessoal. Às vezes, moradores de rua que venceram a dependência de drogas vêm me ver. Eles dizem que eu mudei suas vidas. Essa sensação de ajudar os outros é o que define meu sucesso.

Relato traduzido e dado por Jason Schneidman, 51 anos, ao Yahoo Life. Em sua jornada, ele já cortou o cabelo de Rob Lowe e James Corden, mas é seu trabalho com os sem-teto que realmente o fortalece.


Quer conhecer mais uma história inspiradora? Dá o play!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,827,226SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Adesivo ajuda a evitar batidas de carros no trânsito

Muitos acidentes no trânsito são causados pelo desrespeito da distância entre um carro e outro. Mas uma ideia simples, que mostra ao motorista o...

McDonald’s contrata mãe para que filha com deficiência intelectual trabalhe melhor

A empresa contratou a mãe para acompanhar a filha que tem deficiência intelectual.

“Eu nunca me senti tão igual em toda minha vida”

Ibby Piracha se tornou deficiente auditivo aos 2 anos após um acidente. Todos os dias, a caminho de seu trabalho, ele para em sua Starbucks...

Condomínio na Grande São Paulo dá exemplo de sustentabilidade e bem estar

Quando nos deparamos com a alegria e simpatia dos moradores do condomínio Granja Viana II, próximo a Cotia, na Grande São Paulo, podemos perceber...

Irmão cria lindo vestido feito sob medida para sua irmã usar no baile de formatura da escola

Poucas coisas são mais fortes e genuínas do que o vínculo afetivo entre dois irmãos. Mais do que isso, alguns irmãos levam sua cumplicidade e...

Instagram