Charlize Theron revela que sua filha adotiva é trans: “Quero protegê-la e apoiá-la”


Charlize Theron revela que sua filha adotiva é trans: "Quero protegê-la e apoiá-la"
PUBLICIDADE ANUNCIE

A atriz e produtora sul-africana Charlize Theron, de 43 anos, declarou em uma entrevista ao jornal britânico Daily Mail que sua filha de sete anos é uma menina trans.

Na conversa, ela disse que sua função como mãe “é apenas acolher, proteger, respeitar e apoiar a individualidade da sua filha” e que durante muito tempo também pensava que a filha J. Theron fosse um garoto, até que ela começou a verbalizar que era uma garota. “Ela olhou para mim quando tinha três anos e disse: ‘Eu não sou um menino’”.

“Então lá vai você! Eu tenho duas filhas lindas que, assim como qualquer pai, quero proteger e quero ver prosperar”, disse.

Charlize adotou J. Theron em 2012. August é a outra filha, de três anos, adotada em 2015.

[Matéria continua depois do vídeo abaixo]

Convidamos cinco mulheres que enfrentaram o câncer de mama para falar sobre suas experiências. Mas elas não sabiam que, durante a gravação do vídeo, seriam surpreendidas. Nesta linda homenagem, as filhas presenteiam suas mães com um sutiã especial (para quem viveu o câncer) acompanhado por uma prótese externa, uma espécie de enchimento que encaixa na lingerie. Assista o vídeo e prepare o lencinho:

Charlize vive em Los Angeles com as filhas, onde rotineiramente é fotografada saindo e se divertindo com elas. Interessante notar que a atriz permite que a filha J. Theron saia vestida como quiser na rua, muitas vezes associada com roupas típicas do universo feminino.

A protagonista de “Atômica” diz não querer colocar as suas próprias expectativas em cima das vontades e da liberdade da pequena.

Leia tambémComercial “Meu Primeiro Sutiã” ganha versão com menina trans

“Elas nasceram quem são, mas vão encontrar quem querem ser no mundo enquanto crescem, não é para eu decidir. Meu trabalho é celebrá-las e amá-las e ter certeza de que têm tudo o que precisam para ser o que querem ser”, afirma. “Farei de tudo o que estiver em meu alcance para que minhas filhas tenham esse direito e sejam protegidas dentro disso”, continuou.

Charlize Theron revela que sua filha adotiva é trans: "Quero protegê-la e apoiá-la"
Foto: Reprodução / Daily Mail UK

Na entrevista, Theron, que tem cidadania estadunidense mas nasceu na África do Sul, diz que cria suas filhas como sua mãe a criou. “Cresci na África do Sul, onde as pessoas viviam com meias verdades, sussurros e mentiras, e ninguém se atrevia a dizer nada de frente. E fui criada especificamente para não ser assim. Minha mãe me ensinou a levantar a voz.”

PUBLICIDADE ANUNCIE

Com a repercussão da entrevista, Charlize tem recebido diversas mensagens de apoio e feedback positivo. Dentre elas, está a da atriz Jamie Clayton, da série Sense8 (Netflix). “Enviando muito amor e luz. Obrigada por tudo”, declarou.

A instituição Mermaids, no Reino Unido, disse ao site Gay Star News, que “aplaude a decisão de Charlize de tratar a temática com tamanha naturalidade.”

Charlize Theron revela que sua filha adotiva é trans: "Quero protegê-la e apoiá-la"
Foto: Reprodução / Daily Mail UK

“Os pais são constantemente criticados por acreditarem em seus filhos variantes de gênero e em apoiá-los a viver autenticamente. Nós aplaudimos Charlize por ouvir sua filha. Muitas vezes as crianças são dispensadas e seus sentimentos são considerados irrelevante. O reconhecimento de que uma criança ou jovem sabe quem ela é, é extremamente importante, independentemente da idade em que confiam em seus pais com essa verdade”, defende Susie Green.

Charlize Theron é uma conhecida artista pró-direitos LGBTQ. Em 2012, ela afirmou que não se casaria até que o casamento entre pessoas do mesmo sexo fosse legalizados sob todo o território norte-americano, o que aconteceu em 2015.

Em 2017, criticou a falta de coragem na representação de personagens bissexuais em Hollywood. No mesmo ano, ela mesma interpretou uma espiã bissexual em “Atômica”, produção que arrecadou US$ 100 milhões nas bilheterias mundiais.

Leia tambémApós superar preconceitos em aldeia, indígena transexual se torna professora infantil

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: NLucon

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar