Sephora fecha 400 lojas para treinar funcionários após caso de racismo com cantora SZA


Após caso de racismo com cantora SZA, Sephora fecha 400 lojas para treinar funcionários
PUBLICIDADE ANUNCIE

Na última quarta-feira (5), cerca de 400 lojas, escritórios e centros de distribuição da Sephora nos Estados Unidos fecharam as portas para um “workshop de inclusão e diversidade” para seu staff de funcionários.

O workshop acontece quase um mês após um episódio de racismo em uma unidade da Califórnia envolvendo a cantora SZA, indicada ao Oscar pela canção All The Stars, da trilha sonora do filme “Pantera Negra” (2018).

No dia 30 de abril, a cantora compartilhou em sua conta do Twitter que durante uma visita a uma loja da Sephora, uma funcionária chamou um segurança para averiguar se ela não estava “roubando as coisas” do local. Ela conta ter ido à franquia para comprar uma maquiagem da linha Fenty, de Rihanna.

Após caso de racismo com cantora SZA, Sephora fecha 400 lojas para treinar funcionários
A cantora SZA

Ao tomar conhecimento do caso, a Sephora respondeu SZA com dois posts. No primeiro, se desculpava pelo acontecido e agradecia a cantora pelo relato: “Queremos que você saiba que levamos reclamações desse tipo muito a sério e estamos trabalhando ativamente com nossas equipes para resolver a situação imediatamente”.

Uma segunda mensagem dizia que a cantora é “parte da família Sephora” e que a companhia estava comprometida a garantir que todos os membros de sua comunidade se sintam bem-vindos e incluídos.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Milhares de usuários aproveitaram o post de SZA para relatarem situações semelhantes sofridas em lojas por todo o território norte-americano.

Após caso de racismo com cantora SZA, Sephora fecha 400 lojas para treinar funcionários
SZA foi a uma loja da Sephora para comprar uma maquiagem da linha Fenty, de Rihanna

Rihanna, então, resolveu intervir: enviou um vale-compras de sua marca para SZA. Junto com o presente, Rihanna escreveu um cartão: “Vá comprar suas maquiagens em paz. Com amor, Rihanna”.

Cerca de uma semana depois da retratação via redes sociais, a gigante francesa anunciou o fechamento de sua rede de lojas para a realização da oficina sobre diversidade. “Esses valores sempre estiveram no coração da Sephora, e estamos felizes em dar as boas-vindas a todos quando reabrirmos”, disse em comunicado.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Mundo Negro/Fotos: Reprodução/Capricho

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar