Mas afinal, qual o significado de LGBTQQICAPF2K+ e outras siglas como LGBTQ+?


bandeira lgbt
PUBLICIDADE ANUNCIE

LGBTQQICAPF2K+ é a sigla de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Travestis, Queer, Questionando, Intersexo, Curioso, Assexuais, Pan e Polissexuais, Amigos e Familiares, Two-spirit e Kink. Muita coisa, não é mesmo? Mas calma, veja o que vamos te explicar neste artigo:

Segundo o site inglês The Gay UK, esse é a nova sigla da comunidade LGBT, que vem crescendo desde os anos 90. A nova sigla, divulgada no começo do ano passado pelo próprio site, possui mais de 12 letras e tem causado debates e opiniões diferentes dentro da comunidade LGBT.

Além do tamanho da sigla, algumas pessoas questionam os grupos que foram inseridos nela e que, provavelmente, não representam a causa. Nossa intenção aqui é mostrar as mudanças da sigla e abrir a conversa. VEM!

LGBT

Esse é o termo mais utilizado e significa Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais. O termo no Brasil foi aprovado em 2008, durante 1ª Conferência Nacional GLBT, quando ouve a troca do GLBT pelo LGBT.

A conferência teve como tema “Direitos Humanos e Políticas Públicas: o caminho para garantir a cidadania de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais” – um marco importante na história da comunidade no país.

Lésbicas e gay: sentem atração sexual, física e afetiva por pessoas do mesmo gênero.

Bissexuais: é a pessoa que se relaciona afetiva e sexualmente com pessoas de ambos os sexos e gêneros.

Travestis: é a pessoa que nasce do sexo masculino, mas que tem sua identidade de gênero oposta ao seu sexo biológico.

Transexuais: são pessoas que não se enxergam no gênero designado no seu nascimento.

Ajude a mudar a vida da Ana Paula, mulher trans em situação de rua

 

E LGBTQ+?

Nessa sigla, foi inserida a letra Q, que significa Queer. É um termo inglês, que traduzindo, ao pé da letra, significa estranho. Mas não é o caso dele na sigla. Ele engloba pessoas que se identificam com todas as orientações sexuais e gêneros, sem se encaixar em apenas um deles.

Enfim, e LGBTQQICAPF2K+?

A sigla ganhou novas letras, e vamos explicar o que cada uma delas representa:

Questionando: é uma pessoa que não sabe qual a sua identidade ou orientação sexual.

Intersexo: são pessoas que nascem com genital ambíguo, com pênis, com vagina, depende de cada pessoa. Essas pessoas não se encaixam perfeitamente nas definições tradicionais de “sexo masculino” ou “sexo feminino”.

Curioso: é para quem tem curiosidade de experimentar outras coisas, mesmo tendo certeza do que é.

Assexual: é para todas as pessoas que não sentem atração sexual, ou seja, o sexo não faz parte de um relacionamento.

Pansexual e polissexual: alguém que sente atração independentemente do gênero da pessoa e polissexual é quem sente por vários gêneros, mas não todos.

Familiares e Amigos: também conhecido como aliados. São pessoas que se consideram parceiras da comunidade.

Two-spirit: é uma identidade indígena americana, bastante antiga, que não possui o padrão de gênero da sociedade como homem e mulher. Eles acreditam ter nascido com espíritos masculino e feminino dentro delas.

Kink: significa fetiche, ou seja, simplesmente pessoas com fetiches.

PUBLICIDADE ANUNCIE
mulher com bandeira arco-íris manifestação lgbt
Foto: Pixabay

O movimento LGBT

O Dia Internacional do Orgulho LGBT é comemorado todo dia 28 de junho. Ele relembra a Revolta de Stonewall, em Nova York, no ano de 1969. Durante seis dias, membros da comunidade saíram às ruas lutando pelos seus direitos! No Brasil, o movimento LGBT ganhou força na década de 70, em pleno auge da Ditadura Militar (1964-1985).

A luta é longa, ainda hoje, milhares de gays, lésbicas e travestis são mortos por conta do preconceito e da falta de leis que protejam a comunidade – o Brasil é o pais que mais mata LGBT no mundo. Recentemente, uma conquista: homofobia e transfobia agora são crimes, com penas que podem ir de 3 a 5 anos de prisão.

Ajude a mudar a vida da Ana Paula, mulher trans em situação de rua

 

“Cura gay”

“Cura gay” é uma suposta terapia para tratar a homossexualidade. Parece uma coisa medieval, mas, em pleno século 21, aqui e em outros países, há quem defenda a “cura gay”.

Foi necessário o Supremo Tribunal Federal, no início deste ano, conceder uma liminar proibindo a prática da “cura gay”. Com a decisão, volta a valer o entendimento do Conselho Federal de Psicologia que proíbe, desde 1999, psicólogos de oferecerem serviços para “tratar” a homossexualidade.

pessoas prédio manifestando orgulho lgbt
Foto: Pixabay

Enfim, a nova sigla tem causado uma certa confusão, mas, muito além de uma sigla, existem muitas lutas por trás dela e, mais ainda, a consciência de que todos os gêneros, sexos e identidades devem ser respeitados!

A seguir, uma representante da comunidade, a drag queen Rita Von Hunty, arremata a conversa sobre a sigla em 5 minutos, pra não ficar nenhuma dúvida. Dá play:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar