Respiradores distribuídos pela USP já salvaram mais de 100 vidas em hospital de Ribeirão Preto (SP)

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), por meio do Projeto Inspire, anunciou a distribuição de mais de 150 respiradores para unidades de saúde espalhadas por todo o Brasil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma delas foi o Hospital Santa Lydia, em Ribeirão Preto (SP), que recebeu, de fevereiro a junho deste ano, 30 respiradores.

Com os equipamentos em mãos, a unidade hospitalar pôde salvar ao menos 100 pacientes internados com a Covid-19.

respiradores usp salvam vidas hospital

O bom resultado foi comemorado pela fisioterapeuta Lorena Aparecida de Brito, coordenadora do setor de Fisioterapia do hospital.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por meio de um áudio enviado à pesquisadora da USP Natacha Harumi Ota, ela agradeceu pela oportunidade de ter salvo vidas. “Eu ainda não tinha mandado nenhum áudio agradecendo. Converso com a Natacha quase todos os dias para dar um retorno do funcionamento dos aparelhos, mas nunca tinha agradecido a disponibilidade das pessoas que estão por trás do projeto que nos dão o apoio. É muito bom saber que todo o trabalho está surtindo efeito positivo.”

Para Natacha, os agradecimentos vindos de médicos de todo o país são a garantia de que os esforços da universidade estão no caminho certo.

“É extremamente satisfatório saber que a gente está fazendo o melhor para salvar vidas. Mas acima de tudo, somos nós que somos agradecidos por eles estarem se doando tanto por uma situação que eu pude ver de perto o quanto é complicada, difícil. Então quando eles agradecem a gente sente o quanto é importante para eles salvarem uma vida. A gente tem a certeza de que, para eles, salvar uma vida é muito maior do que um valor financeiro, enfim…”

Respiradores distribuídos pela USP já salvaram mais de 100 vidas em hospital de Ribeirão Preto (SP) 2

Projeto Inspire

Os relatos de que os respiradores da USP estão salvando vidas e sendo essenciais no tratamento da Covid-19 enchem o professor Raúl Gonzales Lima de orgulho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele, que é especialista em Engenharia Biomédica e integrante do Projeto Inspire, também veio a Ribeirão Preto ver de perto a situação do Hospital Santa Lydia.

“Existe uma quantidade muito grande de gente, são voluntários engenheiros, médicos, fisioterapeutas, advogados, secretários torcendo para que nenhum paciente tenha dificuldade de ser ventilado.”

Os mais de 200 colaboradores que atuam no desenvolvimento de respiradores desejam agora que eles sejam produzidos e distribuídos em escala ainda maior.

“Nosso sonho é que os respiradores possam estar presentes em abundância em todo o País e em outros países. Possam estar presentes em ambulâncias, aldeias, quartéis, navios, em ilhas remotas, nos hospitais de pronto atendimento e até mesmo nas UTIs”, concluiu o professor Lima.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,810,195SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fotógrafo cria coletânea incrível com fotos de gatos e seus sósias humanos

O fotógrafo Gerrard Gethings fez uma série de fotos que mostra a semelhança entre gatos e humanos. A inspiração veio depois que ele viu...

Menino de 7 anos junta moedas durante 6 meses e compra bicicleta dos sonhos

O garoto começou a economizar o seu dinheiro em setembro de 2015. Luiz juntou R$ 125 no total e pôde comprar a bicicleta dos seus sonhos no início do mês passado. O valor pode parecer baixo, mas mostra como ele conseguiu comprar uma bicicleta sem nunca ter ouvido falar de planejamento financeiro.

Vendedor de água que foi covardemente agredido em semáforo recebe doações de clientes na Paraíba

No início deste mês, o vendedor de água Wilker Martins, 22 anos, estava trabalhando debaixo de um semáforo em Patos, no sertão paraibano, quando...

Aplicativo redireciona sobras de comida (em perfeitas condições) para quem tem fome

“A fome não é uma questão de escassez. Há comida suficiente."

Professora cria projeto coletivo de caronas a pé e recria forma antiga de ir para aula

Quem passa por alguma escola em seu caminho, sabe o drama que pode ser a hora da entrada e da saída após a aula....

Instagram

Respiradores distribuídos pela USP já salvaram mais de 100 vidas em hospital de Ribeirão Preto (SP) 4