Projeto quer romper estereótipos negativos da periferia através da fotografia

Acompanhando o cotidiano de diversas ‘quebradas’, coletivo paulistano quer romper os estereótipos ao redor da periferia através da fotografia.

Fugindo de clichês e mergulhando neste universo, o grupo DiCampana tem conquistado espaço dentro e fora da mídia, mostrando em sua fotografia as regiões que por muitos anos são tomadas por estigmas e preconceitos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo o Nexo Jornal, a ideia começou a ganhar forma depois que o fotógrafo José Cícero da Silva registrou um grupo de meninos reunidos sob uma laje do Jardim Leni, zona Sul de São Paulo, em torno de um celular. E dias mais tarde, uma amiga dele que foi divulgada nas redes sociais e comentou: “José, sem maldades, quando olhei achei que estavam traficando drogas”.

fotografia dicampana
Jovens vendo celular no Jardim Leni.

Foi então que ele percebeu o quanto o imaginário das pessoas está construído de forma pejorativa, e então em 2016 se juntou com mais quatro amigos e resolveram criar o coletivo, todos os integrantes são moradores da periferia e já fotografavam.

Segundo a página oficial, a ideia central é “utilizar a fotografia como instrumento de registro com o objetivo de fomentar outro imaginário de favela, na perspectiva cultural e na denúncia de violações de direitos humanos“. Assim, os fotógrafos gSé Silva, José Cícero da Silva, Léu Brito, Naná Prudêncio Zalika e Weslley Tadeu compartilham seus cliques cotidianos, feitos de forma introspectiva e contínua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Já havíamos falado sobre uma iniciativa mostrando africanos que estão postando imagens positivas sobre o continente para combater o estereótipo mostrado pela mídia, relembre aqui.

fotografia na periferia

As imagens revelam a cultura, o lazer, a rotina e a vida dos moradores por meio de muitos recortes, nem sempre focados nas mazelas da nossa disparidade social e falta de oportunidades. O que se constrói ali não são apenas muros com falta de reboque, mas um outro imaginário que contemple as várias facetas da periferia, abrindo espaço para o respeito e a consolidação da verdadeira identidade.

Leia também:

Menino de 10 anos cria dispositivo que impede a morte de bebês esquecidos dentro do carro

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Senhor de 69 anos que vive de aluguel já construiu 24 casas para pessoas carentes

Mãe induz parto para que o marido com câncer terminal conheça a filha antes de morrer

fotografia

Bairros como Jardim Ângela, Monte Azul, Jardim São Luís, Capão Redondo, Campo Limpo, Jardim Maria Sampaio, Jardim Piracuama e Brasilândia, em São Paulo, já passaram pelas lentes do DiCampana. As fotografias estão disponíveis gratuitamente na plataforma Flickr e na Fanpage do Facebook.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

fotografia na periferia

fotografia na periferia de são paulo

fotografia na periferia de são paulo 3

fotografia na periferia de são paulo 4

fotografia na periferia de são paulo 5

fotografia na periferia de são paulo 6

fotografia na periferia de são paulo 7

Fotos: Reprodução © Coletivo DiCampana

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM





Projeto quer romper estereótipos negativos da periferia através da fotografia 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,987,420SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai que perdeu os braços 1 dia antes do filho nascer ganha prótese para poder carregá-lo

Vocês são os grandes responsáveis por esse momento lindo! ❤️ Um dia antes do nascimento do seu primeiro filho, em junho de 2019, Nilson perdeu...

Uma jovem criou um aplicativo que ajuda médicos a detectarem câncer de mama

A norte-americana Brittany Wenger, 17, criou um programa de computador que ajuda os médicos a detectarem câncer de mama. A jovem levou dois anos para...

Em ato heróico, homem salva cachorro de ser comido por jacaré [VÍDEO]

Que nós podemos contar com os cachorros, isto nós já sabemos, afinal, já foram milhares de demonstrações de lealdade e afeto que vimos por...

Bombeiro chora ao resgatar criança de 4 anos que se afogava: “lembrei do meu filho” (SP)

A foto de um bombeiro chorando, com uma criança no colo, viralizou rapidamente nos últimos dias. O homem é o cabo Joel Júnior Silva...

Noiva realiza desejo de avó de 102 anos, e idosa morre dias depois

Pouco antes da cerimônia de seu casamento, em junho do ano passado, a corretora de imóveis Tara Bars descobriu que sua avó, de 102...

Instagram

Projeto quer romper estereótipos negativos da periferia através da fotografia 4