Conheça as roupas para crianças que foram projetadas para crescerem até seis tamanhos

Roupas para crianças já não costumam ser baratas, apesar de serem todas lindas, não é mesmo? Criança cresce tão rápido, que as roupas se perdem num estalo de dedos. Mas esse problema pode estar com dias contados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ryan Yasin é estudante de mestrado no programa de Engenharia de Design de Inovação da London’s Royal College of Art’s. Um dia, Ryan deu de presente para seu sobrinho uma peça de roupa, mas ela não coube no bebê. Ele, então, refletiu se poderia projetar roupas que pudessem crescer junto com as crianças: eureca!

O estudante começou seus experimentos e percebeu que, se plissasse o tecido em um padrão particular, era possível que a peça de roupa crescesse em ambas as direções. Seu primeiro protótipo foi um par de calças pequeno. Ele fez as pregas e aqueceu o tecido em um molde especial no forno de sua casa. O protótipo deu certo: ele se encaixava no sobrinho bebê e em sua sobrinha de 2 anos.

A nova linha de roupas impermeável e neutra em termos de gênero foi batizada de Petit Pli. A jaqueta da marca se adapta perfeitamente ao corpo de crianças de seis meses a dois anos. Teoricamente, os pais vão reduzir o gasto com as roupas dos filhos e o desperdício.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O design das peças guarda alguma semelhança com as novas “camisas de bolhas”, que também crescem de tamanho, mas, ao contrário dessas camisas, a roupa projetada por Ryan mantém a silhueta definida em cada estágio de expansão. Ryan domina conceitos de engenharia aeronáutica e buscou inspiração na forma como os nano-satélites são projetados. “A forma expandida [da roupa] é diretamente determinada pelas relações da estrutura material”, disse Ryan ao Fast Company.

O tecido da roupa é forte o suficiente para a criança usar enquanto couber nela. Mas, se o tecido se desgastar, ela pode ser reciclada. Ryan está trabalhando em um sistema que recicla a fibra de roupas antigas para transformá-las em novas.

Ryan não espera que os pais vistam seus filhos apenas com roupas desse tipo, mas ele está trabalhando em projetos novos: “Para aumentar o impacto sobre o consumo excessivo, estamos trabalhando bastante no desenvolvimento do nosso alcance para abarcar uma variedade maior de roupas”, afirmou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Petit Pli

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,638,607SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Tartaruga sobrevive a incêndio graças a casco feito por uma impressora 3D

Os avanços tecnológicos seguem a todo vapor, beneficiando não apenas o ser humano, mas os animais também. A tartaruga Freddy é uma prova “viva”...

Pai criou campanha no Halloween para dizer às meninas que elas podem ser quem quiserem

O americano John Marcotte viu que as meninas têm poucas opções de fantasias para celebrar o Halloween. Ele chegou a essa conclusão enquanto comprava...

Bombeiros em Minas realizam sonho de garoto no dia do seu aniversário

Vem aí mais um bombeiro que representará dignamente essa profissão!

Homem que andava até 25 km por dia a pé distribuindo currículos consegue emprego: “Tô muito feliz”

A longa caminhada de seu Wladimir Rodrigues, de 57 anos, parece ter encontrado seu destino. O homem, que estava desempregado e caminhava até 25...

Brasileiro de 20 anos cria sistema de comunicação com pacientes em coma

Não seria simplesmente incrível se pudéssemos nos comunicar com parentes ou amigos enquanto esses estão em estado de coma? Bem, é essa a ideia...

Instagram