De ‘rivais’ a parceiras: Sanofi se junta à Johnson & Johnson para produzir vacinas contra a Covid-19

A pandemia do novo coronavírus não vê classe social, raça ou gênero. Ela está presente há mais de um ano na vida de absolutamente todas as pessoas do mundo, portanto, é preciso união para derrotá-la. Diante disso, nada mais representativo do que o recente acordo entre duas grandes empresas farmacêuticas concorrentes para produzir vacinas contra a Covid-19. Antes “adversárias”, a francesa Sanofi acaba de anunciar uma parceria com a Johnson & Johnson.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lutando contra atrasos no desenvolvimento de suas próprias vacinas, a Sanofi decidiu oferecer uma de suas instalações de produção de imunizantes à Johnson & Johnson para a fabricação de milhões de doses contra o coronavírus. O imunizante foi desenvolvido pelo laboratório belga Janssen-Cilag, parceiro da J&J.

vacina johnson 1
Foto: Johnson & Johnson

Em comunicado feito na última segunda-feira (22), a Sanofi disse que será responsável tanto pela fabricação quanto pelo envase das vacinas e que a expectativa é produzir 12 milhões de doses por mês.

A indústria farmacêutica é uma das mais competitivas do mundo, porém, diante da pandemia e da pressão dos governos, se unir parece mais inteligente do que se manter numa posição de eternas competidoras. Afinal, se vencermos a pandemia, todos saímos ganhadores, não é mesmo?!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

vacina johnson 2
Foto: AP Photo/Christophe Ena

O CEO da Sanofi, Paul Hudson, disse que o acordo anunciado demonstra seu “compromisso com o esforço coletivo para acabar com esta crise o mais rápido possível”.  Segundo ele: “Onde temos os recursos de fabricação adequados, estamos dando um passo à frente para mostrar solidariedade na indústria e continuar fazendo a nossa parte na luta contra o COVID-19”, afirmou no comunicado do dia 22 de fevereiro.

A responsável pela produção das vacinas será a fábrica localizada em Marcy l’Etoile, perto da cidade de Lyon, na França. Esta não é a primeira parceria que a Sanofi faz em plena pandemia. A fabricante também ofereceu suas instalações em Frankfurt, Alemanha, para produzir 125 milhões de doses de vacinas da Pfizer-BioNTech.

O anúncio foi feito pelo próprio presidente francês, Emmanuel Macron, que confirmou ter pressionado a Sanofi a oferecer suas instalações para ajudar a fazer vacinas de seus rivais, devido à alta demanda global por vacinas e aos problemas de abastecimento. “Devemos, juntos, acelerar a produção de vacinas com parcerias industriais”, afirmou Macron.

Fonte: APNews

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,763,858SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Assistente do Google vai compartilhar “boas notícias”

A Assistente do Google passará a compartilhar razões para acreditar num mundo melhor.

Filha cuida de pai com demência criando histórias junto com ele

Entre lamentar o estado do pai ou mergulhar na sua imaginação, a filha fez a escolha certa.

Menina não segue coreografia e se diverte no palco em uma apresentação

Aqui no RPA somos a favor da liberdade, seja ela qual for. Seja amorosa, emocional, profissional e até a corporal. Já postamos algumas vezes...

Juiz ‘ignora’ quarentena e acelera processo de adoção de menino

A pandemia de Covid-19 paralisou uma série de atividades econômicas e também judiciais. Para Christopher e Tania Parsons, isso significou a possibilidade de ver...

Voluntária da Cruz Vermelha consola imigrante após resgate: “Ele merecia muito mais do que um abraço”

Luna Reyes é uma jovem de 20 anos que atua como voluntária da Cruz Vermelha na Espanha, país que tem vivido uma grave crise...

Instagram