São Paulo vai incluir empatia e criatividade no currículo das escolas municipais

Não há nenhuma dúvida que ninguém nasce preconceituoso ou intolerante com o que é diferente. Infelizmente, somos ensinados a agir dessa maneira, às vezes, inconscientemente, já que muitas dessas atitudes estão enraizadas na nossa cultura.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas, o contrário também acontece. Empatia e abertura à diversidade são valores que podem, e precisam (!), ser ensinados. É claro que a escola não é o único espaço onde esses valores devem ser ensinados. Esse é um trabalho de toda a sociedade.

No entanto, são louváveis iniciativas que trazem para a sala de aula esse desafio. Foi pensando nisso que a Secretaria de Educação de São Paulo decidiu incluir na grade curricular das escolas municipais as chamadas habilidades emocionais, que incluem criatividade, empatia e abertura à diversidade.

O novo currículo passa a valer a partir de 2018 e, segundo o secretário municipal da Educação, os professores da rede farão uma formação especial para enfrentar esse desafio. “Estamos muito seguros de que isso vai acontecer”, disse Alexandre Schneider ao jornal O Estado de S. Paulo.

O texto do novo currículo traz nove competências com características socioemocionais. Por exemplo, as competências “empatia e colaboração” mencionam que o estudante deve ser ensinado a “trabalhar em grupo, criar, pactuar e respeitar princípios de convivência, solucionar conflitos, desenvolver a tolerância à frustração e promover a cultura da paz”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Cerca de 57 mil professores da rede foram consultados sobre o que consideravam importante incluir no novo currículo, mas apenas 16 mil responderam à consulta. Entre os críticos do novo currículo, o presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo, Claudio Fonseca, disse que a Prefeitura precisa “ter cuidado para que o currículo não se torne um modismo, que não muda a escola. E completou: “O currículo acontece no dia a dia, todos os profissionais precisam estar envolvidos”.

Com informações do ESTADÃO

Foto: Secretaria Municipal de Educação de São Paulo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,784,743SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Startup social abre inscrições para curso “Professores do Século XXI”

No mês em que completa dois anos de atividade, a startup social A+ Educação está com inscrições abertas para o curso “Professores do Século...

Biólogo brasileiro ganha prêmio internacional de preservação de botos ameaçados de extinção

Um biólogo brasileiro ganhou um prêmio internacional por sua dedicação à preservação de botos ameaçados de extinção. Pedro Fruet foi um dos seis ganhadores do...

Médico negro atende mulher negra e reafirma a importância da representatividade

"Obrigado por me dar a honra de presenciar esse momento da sua vida, Dona Eunice."

Estudantes de veterinária atendem gratuitamente cavalos de carroceiros em BH

Além de aprender mais, os estudantes prestam um serviço social valioso para os carroceiros sem cobrar nada por isso.

Ciclista sai de Porto Alegre e viaja mais de 1000 km para ver a filha em Florianópolis

Pedalar, definitivamente, não é para os fracos. Pelo menos é o que mostra a história de Elder Von Ende, um ciclista que saiu de...

Instagram