Aparelho inventado por mecânico diminui drasticamente os riscos na hora do parto


PUBLICIDADE ANUNCIE

Mesmo com todos os avanços da medicina ao longo dos anos, o parto ainda é uma condição de risco para todas as mulheres. Principalmente para as que vivem em locais pobres com médicos que não tem acesso ao treinamento necessário para tal tarefa. Cerca de 90% das mães que perdem a vida durante o parto vivem nessas condições.

Nesses casos, a lógica nos diz que pesquisas na área serão feitas para diminuir cada vez mais os riscos inerentes ao problema supracitado, certo? Não nesse caso.

odon2

Na Argentina, em 2006, um senhor muito simpático, pai de cinco filhos que chegaram ao mundo por cesariana, dono de uma oficina mecânica, almoçava com seus colaboradores. Um deles jurava que conseguia tirar uma rolha de uma garrafa sem quebrá-la. Na mesma noite, o senhor Jorge Odón acordou de madrugada e pensou: “e se a garrafa fosse um útero e a rolha um bebê?

Com isso na cabeça, Odón procurou um amigo engenheiro para contar sobre a ideia que teve. Carlos Modena, cético, perguntou ao amigo o que ele entendia sobre recém-nascidos ou partos em geral sendo um mecânico. Mesmo com dúvidas e incrédulo, Modena acompanhou Odón em uma visita a um obstetra. O médico, espantado, ficou maravilhado com a ideia de Odón e deu o aval para o início de uma sociedade para o desenvolvimento do produto.

Entre trocas de óleo, balanceamentos e ajustes de motor, os dois amigos fechavam-se no escritório para tentar tirar uma boneca de uma jarra de vidro. Com o tempo, encomendaram um útero de vidro a um artesão e prosseguiram com os testes, buscando cada vez mais aliados no campo médico.

Depois de muitas portas fechadas e “nãos”, os dois seguiram em direção a um evento da OMS (Organização Mundial da Saúde) em Buenos Aires. Depois de muita insistência, conseguiram conversar com o doutor Mario Merialdi, médico italiano responsável pela Equipe de Reprodução Humana da OMS.

O encontro, que demoraria 10 minutos, levou duas horas. Ao final da reunião, Merialdi tornou-se o principal apoiador da ideia do OdónDevice. O aparelho foi aprovado e passou a ser testado em 30 mulheres na Argentina. O próprio Odón supervisionou os partos e fez as alterações necessárias no dispositivo, que será produzido a um custo de U$ 50 pela norte americana BD (Becton, Dickinson andCompany).

PUBLICIDADE ANUNCIE

odon5

Lista de benefícios

O aparelho imaginado pelo mecânico e aprovado pelos médicos reduz absurdamente os números de incidência dos três principais fatores de morte materna durante o nascimento: hemorragia pós-parto, infecções de útero e parto obstruído. O OdónDevice limita o contato do bebê com as mucosas uterinas, diminuindo o risco de transmissão de doenças venéreas, como o HIV. Reduz também o número de cesarianas, procedimento caro e sem utilizado sem critério em países subdesenvolvidos.

A invenção feita para mudar a vida das pessoas começou mudando a vida de todos os envolvidos. Jorge Odón acabou por vender sua oficina ao filho e agora se reúne com médicos e cientistas do mundo inteiro. Com sua experiência de mecânico, Odón foi capaz de observar um problema com um ponto de vista completamente diferente do comum, gerando uma ideia inovadora e revolucionária.

odon1

 

odon4

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar