Grupo de freiras está lutando contra a proibição do cultivo e uso de maconha medicinal


PUBLICIDADE ANUNCIE

As Irmãs do Vale são freiras que cultivam maconha. Elas usam essa cannabis para fazer o canabidiol (CBD) – óleos de infusão, cremes para a pele, e suplementos para doentes e enfermos. Esses produtos contêm mínima ou nenhum quantidades de THC.

Irmã Kate, uma mãe de 56 anos de idade de três, executa a operação fora de sua casa no Central Valley em Merced, Califórnia.

A cidade de Merced, no entanto, está tentando dete-las. No início de janeiro, os legisladores criaram uma lei que proibia a venda e cultivo de maconha medicinal, uma lei que iria dizimar os negócios da irmã Kate. As Irmãs do Vale, no entanto, estão lutando contra isso. Elas estão circulando uma petição para contestar o decreto.

“Estamos trazendo receitas extremamente necessárias”, escreve a irmã Kate na petição. “Há muitos outros, como nós, que trabalham na cadeia de fornecimento de filhos da Mãe Terra como melhor medicina.”

As irmãs dizem que estão no negócio da cura. Uma série de estudos revelam que o CBD possui efeitos terapêuticos poderosos para aqueles que sofrem de convulsões, câncer, psicose crônica, ansiedade e outros problemas.

As freiras vendem os seus produtos em uma página no Etsy.

Sua ordem reúne os princípios da justiça ambiental e igualdade de gênero.

PUBLICIDADE ANUNCIE

“É mais sobre a irmandade e o movimento feminista, para viver e trabalhar com outras mulheres e para fazer uma coisa positiva para a comunidade e, obviamente, para o mundo, uma vez que enviamos para todos os lugares,” diz a Irmã Darcy.

12208842_926876200681237_9170592058498682597_n.jpg=s750x1300

Fonte: Magazine Good

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar