fbpx

Mulher batalha e vence o terceiro câncer com amor e otimismo


mulher-câncer
PUBLICIDADE ANUNCIE

Marta Santana  é a prova viva de que o amor cura, como ela mesmo costuma dizer. Ela vive uma batalha (vitoriosa) contra o câncer há 3 anos.

O primeiro diagnóstico aconteceu em 2014, quando ela recebeu a notícia de que estava com câncer de mama. Marta precisou ser duplamente forte, pois além do tratamento quimioterápico e da radioterapia, precisou lidar com o fato de que sua mãe faleceu da mesma doença que estava prestes a enfrentar.

Apesar de tudo, a bela mulher manteve o otimismo e diz que optou por não sofrer. Um exemplo disso, é que após a consulta onde o médico lhe deu o diagnóstico, ela resolveu ir ao cinema.

“Não adiantaria sofrer, deitar numa cama e ficar chorando”- disse ela.

Ela sabia que não iria ser fácil, e que teria que lutar. E foi o que ela fez. Após o tratamento com a quimioterapia e a radioterapia, ela fez um exame chamado BRCA1 e BRCA2, recentemente conhecidos como os exames da Angelina Jolie. A atriz retirou os ovários e as trompas para prevenir surgimento de tumores.

No exame de Marta, foi diagnosticado mutação nos genes,e em 2015, ela retirou o ovário como prevenção.

Depois de tudo isso, em 2016, ela começou a sentir muitas dores de cabeça e percebeu que havia algo de errado em sua visão. Ela então fez uma tomografia e recebeu mais um diagnóstico: estava com um tumor no cérebro.

“O médico disse ‘vamos fazer um exame, vamos fazer uma cirurgia e vida que segue’.”

Mais uma vez, a guerreira enfrentou com bom humor a cirurgia e a radioterapia.

“Achei que tivesse acabado, mas não. Já posso pedir música pro Fantástico?- brinca ela.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Em 2017, mais um tumor, agora no fígado, foi diagnosticado. Ela voltou ao tratamento com a quimioterapia, onde o cabelo voltou a cair.

“Mas dou um jeito,isso é o de menos. Uso peruca, colo meu turbante.Eu não sofro, não!”.

Quando descobriu pela primeira vez que estava com câncer, ela procurou na internet e ficou feliz ao assistir alguns vídeos de pessoas que conseguiram passar por isso. Ela parou pra pensar e descobriu que não estava sozinha, que isso realmente passa.

“Eu não fico reclamando, eu não reclamo da vida, de nada. Eu apenas peço a Deus sabedoria pra poder enfrentar da melhor forma. Eu sei que vai passar, então, cabeça erguida.”- conta ela.

“Essa luta é uma luta muito difícil, se você não tiver amor, é impossível passar pela doença. O amor cura, o amor cura totalmente. Eu sou abençoada, eu tenho muitos amigos, a minha família é essencial, meu marido é um parceiro. No primeiro diagnóstico, eu estava careca, inchada, e eu sempre fui muito vaidosa. Meu marido me dizia todos os dias que eu estava linda e eu: ‘você tá louco, né?’ “- ri ela.

“Mas realmente isso é o amor e faz toda a diferença. Ninguém consegue passar por essa luta sozinha. O  amor cura, sou a prova viva disso, pois estou aqui, firme e forte.

Para saber mais sobre a história, assista o vídeo abaixo:

Foto: Reprodução Youtube

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar