O encontro emocionante entre um menino de 10 anos e o doador de medula que salvou sua vida


PUBLICIDADE ANUNCIE

O caso de Matheus é extremamente raro e nem a medicina consegue explicar. Ele foi diagnosticado com leucemia avançada aos 5 anos.

Há quatro anos, o menino fez o transplante e ficou três meses na UTI, pois a rejeição foi muito grande. Nem a médica que cuidou dele acreditava que Matheus sobreviveria.

“Noventa por cento da complicação que ele teve era chance dele não sobreviver. O Matheus nasceu de novo, né? E quem deu pra ele a vida dele nova foi o doador”, afirma a pediatra Juliana Fernandes.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Chamem isso de “milagre” ou qualquer outra coisa, o fato é que Matheus se manteve firme e sobreviveu. E ele pôde reencontrar seu doador para agradecê-lo. Assista à reportagem.

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar