Saxofonista toca canção para médicos durante cirurgia em seu cérebro

Essa é provavelmente a primeira e a última vez que o saxofonista Dan Fabbio, de 25 anos, fez uma performance numa cama de hospital. Fabbio tocou seu saxofone enquanto era operado de um tumor cerebral benigno, que começou a crescer na infância e poderia comprometer sua habilidade musical.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Ouça o conteúdo e, depois, assista ao vídeo no final da postagem!

“Ele tocou com perfeição e, quando ele terminou, toda a sala de operação entrou em erupção em aplausos”, disse Elizabeth Marvin, professora de teoria da música na Universidade de Rochester, em um comunicado.

Os médicos precisavam saber exatamente onde a informação musical era processada no cérebro de Fabbio, para que pudessem mapeá-la. Isso foi possível depois que Marvin juntamente com um professor do Departamento de Cérebro e Ciências Cognitivas da Universidade de Rochester realizou uma série de testes musicais para que Fabbio pudesse tocar seu instrumento dentro de uma máquina de ressonância magnética.

Esse tipo de procedimento consegue detectar as alterações nos níveis de oxigênio, revelando as partes do cérebro que foram ativadas. Durante os testes, Fabbio ouviu e executou uma série de melodias curtas. Ele também realizou exercícios de linguagem, onde identificava objetos e repetia frases.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Durante a cirurgia, o Dr. Web Pilcher usou o mapa do cérebro desenvolvido pelo professor Brad Mahon para guiá-lo. Fabbio repetiu os exercícios de melodia e linguagem para que a professora de teoria da música pudesse indicar aos cirurgiões se eles haviam encontrado ou não uma área do cérebro que interrompeu o processamento da música.

Os médicos precisavam saber se eles conseguiriam preservar a habilidade do músico enquanto realizavam a cirurgia. Então, eles pediram para Fabbio tocar o instrumento durante o procedimento. Marvin escolheu uma canção popular coreana que poderia ser tocada com respirações curtas e menos profundas. Fabbio executou a música com perfeição.

A cirurgia foi realizada para proteger o córtex de áudio primário e outras partes do cérebro do músico, que poderiam afetar sua capacidade de tocar música. Manter pacientes acordados e pedir que eles realizem tarefas pode ajudar os médicos durante procedimentos delicados.

É curioso, mas essa não é a primeira vez que um músico ficou acordado durante uma cirurgia no cérebro. Em 2015, um brasileiro tocou em seu violão a música “Yesterday”, dos Beatles. O músico Anthony Kulkamp Dias, na verdade, tocou seis músicas, embora estivesse com mão direita fraca, já que os médicos estavam operando esse lado do cérebro. O tipo de tumor de Dias não foi revelado, mas os sintomas indicavam que o tumor poderia piorar progressivamente. Alguns sintomas comuns de tumores cerebrais incluem alterações mentais e fortes dores de cabeça.

Confira:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto: YouTube/Reprodução

[Nota da Redação]

Acreditamos que a tecnologia pode proporcionar momentos inesquecíveis, como a realização de assistir uma apresentação de balé ou viajar para a Espanha, tudo isso é possível através da realidade virtual. Assista a experiência que levamos a uma casa de repouso de São Paulo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dona Gilda relembra a época de costureira e reproduz o vestido do filme “E o Vento Levou” com a ajuda da realidade virtual. Assista!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Em vídeo emocionante, família surpreende homem trans usando fitas no peito

Muita emoção! Simulando a ocultação dos seios com fitas adesivas, família faz lindo gesto para deixar homem trans mais à vontade num almoço de família.

Festival sobre como a tecnologia pode solucionar questões sociais acontece neste sábado

No próximo dia 2 de setembro (sábado), ocorre a terceira edição do Festival Red Bull Basement,cujo tema é Tecnologia e Sociedade. Uma série de palestras...

Como o autismo ajudou Messi a se tornar o melhor do mundo

Os sintomas da Síndrome de Asperger trabalharam a seu favor. Messi é autista. Ele foi diagnosticado aos 8 anos de idade, ainda na Argentina, com...

Cabrinhas ganham casaquinhos para protegê-las do frio e é a coisa mais fofa que já viu

Lógico que em um primeiro momento, quando você vê imagens como essas vem aquele "óunn" na cabeça na mesma hora, afinal, impossível negar o...

Jovem compartilha fotos ‘antes e depois’ para honrar pais que a tiveram quando eram adolescentes

Julgados, os pais permaneceram unidos para superar os desafios da paternidade e maternidade precoce.

Instagram

Saxofonista toca canção para médicos durante cirurgia em seu cérebro 3