MALHA: O maior espaço de moda colaborativa do Brasil


MALHA: O maior espaço de moda colaborativa do Brasil 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Faz um pouco mais de um ano que um grupo de profissionais ligados à moda e a gestão de marcas começou a se reunir para tratar de algo que era muito próximo a eles. Deste grupo, Herman Bessler – empreendedor e fundador do Templo, primeiro coworking criativo do Rio de Janeiro – e Andre Carvalhal  – coordenador, autor e professor de moda – concentraram esforços para criar um empreendimento que dará o que falar. Na verdade, já está dando.

Essa iniciativa vai ao encontro da avaliação e reflexão das questões pertinentes ao rumo do mercado da moda, envolvendo todas as fases dessa cadeia produtiva e a gestão de recursos naturais.

Segundo André Carvalhal ,”depois de algum tempo trabalhando na moda em várias frentes, comecei a notar que as dificuldades e necessidades dos meus clientes, alunos, funcionários, chefes, consumidores, fornecedores, parceiros… eram bem similares, e todas as questões passavam por ‘como vamos retomar o desejo pela moda?’, ‘como reinventar a moda?’, ‘como vamos fazê-la mais sustentável?’, ‘como fechar a conta?’ (…). A ideia é construir um grande organismo, que junte todos em torno de algo que seja a favor da vida. Onde seja possível – da maneira mais sustentável possível – se inspirar, aprender, criar, produzir, comunicar, experimentar, comercializar… O primeiro passo é o galpão Malha. E neste momento estamos recrutando marcas e profissionais para serem residentes, além de marcas e parceiros que queriam ocupar o espaço e ajudar a construir uma nova era para a moda.”

Surgiu, então, a MALHA. Um espaço que servirá de plataforma de criação e produção com todos os profissionais envolvidos desse segmento. Dentro de uma área projetada especificamente para esse fim, 40 marcas poderão usufruir de uma estrutura fabril, um espaço para a produção de suas criações, um espaço para produzir a divulgação de sua marca com a disponibilização de um estúdio fotográfico, um showroom e um laboratório vinculado a novas tecnologias (para prototipagem, experimentação e pesquisa). Tudo isso ainda com uma infraestrutura de serviços, tecnologia da informação e manutenção técnica. Pensaram até numa horta comunitária para suprir as necessidades do restaurante e bistrô que atenderá não só aos profissionais envolvidos no espaço, como, também, aos frequentadores do local.

O projeto do layout é da Tavares Duayer.
O projeto do layout é da Tavares Duayer.

A Malha fica em São Cristóvão, na Rua General Bruce nº 274, e sua inauguração está prevista para o início de junho (as obras começam agora na segunda quinzena de abril). Até lá muita coisa ainda por fazer, muitas reuniões e visitas, fechando contratos com marcas e empreendedores que queiram ser residentes da Malha. Existe uma curadoria em curso avaliando e escolhendo marcas que tenham valores que combinem com a proposta do projeto.

Pretende reunir num só lugar criadores, artífices, produtores, fornecedores e consumidores e, com isso, otimizar tempo e espaço em suas criações, produções e vendas, todos na mesma sintonia.

Além do espaço para coworking, a Malha também oferece instalações para co-sewing (co-fábrica) – termo pouco usado no Brasil, mas que significa, nesse caso, o compartilhamento por intermédio de agendamento de uma unidade fabril – provendo meios de produção e estimulando a troca de conhecimentos.

Por conta dos perfis dos dois idealizadores, o conhecimento, a informação e formação de profissionais terá o seu espaço na Malha.

Justo é o novo Preto

PUBLICIDADE ANUNCIE

Brincando com a tendência mais simples que temos sobre moda, o “pretinho básico” que nunca deixa ninguém na mão, para a MALHA, o justo é o novo “pretinho básico”, isto é, o justo será mais do tendência, será essência. E o que se entende como “justo” é preço apropriado; é estar adequado ao uso de quem veste; é ser responsável com as questões ambientais e de produção de trabalho; e sendo assim representar a quem está usando. Uma roupa que reivindica, em melhores palavras “você é responsável pela malha que tece”.

“Em um universo onde as alternativas existentes estão obsoletas; as novas formas de organização têm que vir de baixo pra cima, a inovação tem que emergir de baixo pra cima. As marcas precisam se reinventar e formar novos modelos, novas instituições. Percebemos que pra fazer isso precisávamos juntar o ecossistema inteiro em um mesmo espaço, criar diálogo, cocriar o futuro.”– explica Herman Bessler

A Malha integra a rede Templo, que reúne empreendedores e empresas, academia, agentes públicos e startups para compartilhamento de ferramentas, negócios e conexões. A IED Rio, Ipanema e Farm são as empresas parceiras do projeto. Fernanda Bernardi, Rio etc, Renata Abranchs, Caio Braz, XX Vinte, Wasabi e a Another Hot Brand with an American Name também estão no time de fundadores do espaço.

Veja as fotos:

Foto: Felipe Vianna
Foto: Felipe Vianna
Foto: Felipe Vianna
Foto: Felipe Vianna
Foto: Lior Zalis
Foto: Lior Zalis
Foto: Herman Bessler
Foto: Herman Bessler

Cacá Valente é designer, mestre em história da arte, produtor e gestor cultural.

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar