Sem condições financeiras, pai cria aparelho para locomoção da filha cadeirante e comove internautas

Todos os dias, o seu José Antônio, de 68 anos, monta e desmonta o aparelho que ele mesmo criou para ajudar na locomoção da filha Inês, de 46 anos. Essa rotina não é nada fácil, mas ele a faz com muito carinho e atenção.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A história e a dedicação que o seu José tem pela filha nos comoveu. Ele precisa muito de um equipamento adequado, até mesmo para não gerar riscos para Inês e nem pra ele.

Por isso, lançamos uma vaquinha na VOAA para ajudar esse pai. O dinheiro é para comprar todos os equipamentos que o seu José precisa para ajudar da Inês. Faça a sua contribuição!

O equipamento que a filha usa hoje foi ele quem construiu

Inês tem paralisia cerebral e sempre dependeu do seu José. Então, ele criou um aparelho que é uma espécie de balanço, preso com correntes e uma base, por onde ele suspende Inês.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É com esse equipamento que o seu José tira a filha da cama, leva ao banheiro e faz outras ações durante o dia.

Seu José criou um aparelho para ajudar na locomoção da filha Inês
Seu José criou um aparelho para ajudar na locomoção da filha Inês

A vaquinha é para o idoso comprar equipamentos adequados para a locomoção da filha, de forma que facilite a rotina de cuidados com ela. Um para a filha entrar no carro e outro seria um guincho elevador para pessoas acamadas. Faça a sua contribuição clicando aqui!

Filha não anda, não fala direito e depende dele 24h

Inês nasceu de 7 meses. Logo que ela foi crescendo, dona Maria percebeu que havia algo de errado com o desenvolvimento da filha.

Ela teve paralisia infantil e hoje não anda, tem limitações nos movimentos e precisa de ajuda diária para tudo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

inês na cadeira de rodas

Os equipamentos que seu José sonha em comprar, ajudarão bastante o transporte da Inês. Eles serão importantes, inclusive, para quando ela precisar sair para as consultas médicas.

Ela agora é grande e nós somos velhos, fazemos tudo que a gente pode, mas está bem difícil. Vamos cuidar dela até quando Deus nos permitir“, disse o pai.

Idoso trabalhava na lavoura e aposentadoria é usada para sustento de casa e medicamentos da filha

Seu José e a esposa, dona Maria, de 68 anos, não têm uma renda muito grande. Eles sobrevivem apenas com o dinheiro da aposentadoria e vivem em uma casinha em humilde em Princesa (SC).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os dois trabalharam muitos anos na lavoura para que pudessem levar o sustento da casa. Seu José conta que, muitas vezes, tiveram até que levar a filha no trabalho por não terem com quem deixá-la.

Hoje, todo o valor que recebem fica somente na alimentação, remédios e cuidados com a Inês, não conseguindo comprar o equipamento de adaptação tão necessário para eles.

Vamos ajudar o Seu José a comprar esse equipamento que ele tanto precisa? Clique aqui e contribua para a vaquinha!

selo conteúdo original

[Nota da Redação]

Estamos com a campanha especial #PoderDoSomos com OMO contando histórias incríveis de projetos que transformam vidas! Confira o projeto selecionado anunciado pela Tatá Werneck:

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,520,475SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bebê dorme no ombro de avô que teve braço amputado e vídeo causa comoção nas redes sociais

O sonho do avô era muito singelo: poder pegar o neto no colo quando este chorasse... para acalmá-lo e niná-lo até ele pegar no sono. Apenas isso.

Após ser humilhado por vender geladinho, menino recebe apoio de milhares de pessoas (MA)

O vídeo em que o garoto Adão aparece chorando, após adolescentes debocharem dele por estar vendendo geladinho, comoveu milhares de pessoas dispostas a ajudá-lo. Inclusive, ele aceitou o pedido de desculpas do garoto que o humilhou.

Mulher acha fatura de cartão e R$ 400 na rua, paga a conta e procura dono pelo Facebook (PR)

Beatriz Galindo foi motivo de "alívio" para Danielle, na última semana. Ela encontrou R$ 400 e a fatura de um cartão de crédito perdidos,...

Menino usa dinheiro de viagem à Disney para alimentar vítimas do Furacão Dorian

Jermaine Bell decidiu usar o dinheiro que poupava para passar seu 7º aniversário na Disney para dar comida às vítimas do Furacão Dorian. Pela generosidade, ganhou da própria Disney o tão sonhado passeio!

O que podemos aprender com o depoimento deste jovem que trabalha no McDonald´s

Falar mal do emprego do outro é fácil e simples. Não importa o seu cargo, todo trabalho é digno e merece ser respeitado. Mais...

Instagram