Sem preconceito nem medo: mulher adota 3 meninas com necessidades especiais

Crianças com algum tipo de deficiência têm menos chances de serem adotadas por causa do medo das pessoas de não conseguir cuidar delas. Não foi o caso da física Carla Penteado e da dona de casa Cristiane Bianchi, moradores de Joinville, Santa Catarina.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Carla é mãe da Marcela, que tem autismo e paralisia cerebral, da Luana, com Down e da Rafaela, que tem paralisia cerebral severa. “Eu peguei ela [Marcela] no colo, nanei ela, cantei para ela, e em casa eu cheguei à conclusão de que tinha ‘esquecido’ minha filha no abrigo, e comecei a batalhar pela adoção dela”, conta Carla ao Jornal do Almoço.

Já Cristiane é mãe de um menino também com paralisia cerebral, Gabriel, hoje com 14 anos. Ela conta que adoção foi um processo natural na vida dela e do marido, Aquiles. O casal já tinha três filhos adultos quando adotou Gabriel.

adocao

“A gente confia nos quatro ‘F’: foco, força, fé e fisioterapia. Muita fisioterapia. Para poder tratar dele”, diz Cristiane. “Abra seu coração. Às vezes aquelas pessoas mais velhas só tão esperando uma família para amar”, aconselha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Todas as imagens: Reprodução/RBSTV

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,274,824SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Projeto mescla fotografia, poesia e solidariedade

O Floripoesia surgiu com a proposta de fotografar e “poetizar” os detalhes que passam batidos da capital de Santa Catarina, Florianópolis. A ideia inicial...

Passageira segura a mão de mulher que entrou em pânico durante voo

Durante um voo de Florianópolis (SC) para São Paulo (SP), a passageira Ju Biazoli e os demais tripulantes do avião precisaram enfrentar a temida...

Neta irá receber presente da avó sete anos após ela ter morrido em Joinville

"Quando na vida poderia imaginar que nossa Amora teria um presente da vovó Marcia?"

Pai que realizou sonho da filha de andar de barco ganha passeio completo por Arraial do Cabo

Há alguns dias, cotamos a história do coreógrafo Jefferson de Oliveira Chaves, que precisou usar a criatividade para realizar o sonho da filha de...

Homem distribui dinheiro para pequenos comerciantes expandirem seu negócio

Os comerciantes, entre eles, muitas mulheres, choram e se ajoelham em sinal de agradecimento.

Instagram

Sem preconceito nem medo: mulher adota 3 meninas com necessidades especiais 3