“Eu fui de uma sem-teto à dona da minha empresa de maquiagem com foco na cultura indígena”

Eu cresci em uma fazenda de uma pequena cidade fora de Yuma, no Arizona. Eu sou a mais velha de quatro irmão e nossa criação muito difícil. Não tínhamos muito, mas tínhamos um ao outro. A escola era meu porto seguro, por isso acabei sendo a 1º da minha família a se formar na faculdade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Meus 20 anos foram realmente um grande borrão. Eu estava ganhando muito dinheiro, dirigindo um carrão e simplesmente vivendo a vida muito rápido. Me casei, tive uma filha e me divorciei. Aos 27 anos, fui diagnosticada com câncer.

Meu seguro cobria apenas uma parte das minhas cirurgias e medicamentos. Ser mãe solteira e estar doente era difícil. Eu perdi tudo: minha casa, meu carro, minhas economias. Tudo na tentativa de pagar pelos meus tratamentos. Tive outro bebê e acabei sendo uma sem-teto com dois filhos.

Foi uma loucura deixar de ser uma pessoa bem-sucedida e, de repente, estar sem dinheiro. Mas sempre fui muito positiva. Cresci em um ambiente negativo e sempre houve uma parte de mim que queria algo melhor.

Sempre sonhei em ter minha própria linha de cosméticos. Minhas paixões são a maquiagem e o trabalho filantrópico, então descobri uma maneira de fazer essas duas coisas andarem juntas. Foi aí que mudei para Nova York e fui para a escola de cosmetologia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Então, em 2018, fui o primeira maquiadora nativo-americana a liderar um desfile nos bastidores da New York Fashion Week. Comecei a Prados Beauty e usei meus produtos de maquiagem em modelos, depois comecei a vendê-los online no ano seguinte.

Assim que o negócio se tornou bem-sucedido e os produtos começaram a vender, decidi devolver 50% dos lucros às comunidades indígenas e aos necessitados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lançamos nossa organização sem fins lucrativos, chamada Prados Life Foundation, e estamos arrecadando dinheiro para enviar às comunidades indígenas que foram duramente atingidas pela pandemia, bem como bombeiros e departamentos de polícia nas reservas.

Eu ganhei um patch da tribo Zuni como agradecimento por nossa ajuda. Eu olho para ele todos os dias e me lembro que, embora sejamos uma empresa de cosméticos, podemos mudar o mundo das pessoas. A representação da cultura indígena na beleza é importante.

Eu pessoalmente me identifico da tribo dos Yaqui e Comanche. E quando penso na beleza indígena, penso em amplificar as vozes não apenas de uma tribo em particular, mas de todas nós juntos.

Usar sementes vibrantes de cores como turquesa, amarelo e laranja ajuda a conseguir isso. Temos muitos maquiadores indígenas em nossa equipe que vêm com os mais belos looks, e alguns deles postam fotos em seus trajes ou usando joias com miçangas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nossa marca registrada é ter muito orgulho de quem somos e contar nossa história através da maquiagem. Isso também inspirou os consumidores a aprender sobre a cultura indígena.

Eles sabem que nós, índios, não somos apenas mais uma falsa história da Pocahontas e que podemos lembrar as pessoas que somos muito mais do que um genocídio contado em um livro de história.

Relato traduzido e dado por Cece Meadows, fundadora e CEO da Prados Beauty, retirado do Yahoo Life e publicada na edição de abril de 2021 da Marie Claire.


Quer ver mais uma história inspiradora? Dá o play!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,751,664SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mercado cria “leve mais, pague mais” para inibir compra excessiva de álcool gel

Um mercado na Dinamarca descobriu um jeito criativo e inusitado para frear a compra excessiva de álcool em gel. Quase como uma promoção 'ao contrário',...

Dono de loja se “vinga” de assalto doando 400 roupas para moradores de rua

O dono de uma loja de roupas em Florianópolis se “vingou” com amor de um assalto na noite de segunda-feira (27). Os bandidos quebraram...

Vídeo mostra que quando lutamos para alimentar apenas nós mesmos, todo mundo passa fome

A rede de ajuda humanitária católica Caritas, lançou uma campanha que se chama One Human Family, Food for All (Uma familia humana - Comida para...

Gata abre tupperware cheia de biscoitos e tasca mordida em cada um deles

Se tem uma coisa que Nellie gosta é comida – principalmente, biscoitos. Até hoje, três meses após ser adotada, a gata surpreende seus pais com...

Instagram