Sem-teto filmada cantando ópera recebe convite para gravar álbum e arrecada mais de US$ 70 mil

Um policial que fazia a segurança do metrô de Los Angeles gravou no dia 24 de setembro um vídeo de uma mulher sem-teto cantando ópera com perfeita afinação e o publicou nas redes sociais. As imagens viralizaram.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O oficial do Departamento de Polícia da Califórnia ficou impressionado com a voz angelical da moça. Ele estava de guarda na estação de Wilshire e Normandie Purple Line quando ouviu a mulher começar a cantar uma ária do compositor italiano Giacomo Puccini (1858-1924).

Ele não tardou em tirar o telefone do bolso e começar a filmar a mulher, que cantava alegre e descompromissadamente. Em seguida, publicou o vídeo na página do departamento de polícia no Twitter, que rapidamente viralizou, tendo sido visto centenas de milhares de vezes.

Mulher sem-teto filmada cantando música ópera e arrecada cem mil dólares

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A mulher foi identificada como Emily Zamourka, 52 anos. Ela é russa e jamais teve treinamento vocal tradicional, embora tenha aprendido a tocar piano e violino quando mais nova.

No vídeo, Emilly solta a voz e interpreta a ária O Mio Babbino Caro, da ópera de Gianni Schichi, obra de Giacomo Puccini. Uma semana depois, uma vaquinha online criada por um morador de Los Angeles arrecadou mais de 70 mil dólares para ajudar a cantora.

Leia também:

Em entrevista à emissora, ABC7, Zamourka revelou que costumava ganhar a vida tocando violino na rua. Há três anos, foi roubada e levaram o instrumento.

Sem condições para pagar o aluguel ou o plano de saúde (que é privado nos EUA), acabou indo parar nas ruas. E assim permaneceu até ser filmada na estação Wilshire/Normandie e repercutir nacionalmente. O vídeo de sua performance acumula milhões de visualizações na internet.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Futuro com a ópera

Desde o sucesso do vídeo, além do dinheiro da vaquinha, Zamourka também tem sido parada na rua para selfies e até autógrafos. Recebeu a proposta de gravação de um álbum e foi convidada pelo Los Angeles City Council, que administra a cidade, a abrir um evento oficial no sábado passado, 5.

“Muito obrigada por tudo isso que está acontecendo agora. Eu realmente agradeço. Estou tão impressionada”, disse no palco da festa.

Sem-teto filmada cantando ópera recebe convite para gravar álbum e arrecada mais de US$ 70 mil 1
Foto: Reprodução/Axel Koester

Saiba mais assistindo o vídeo abaixo:

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

Fonte: O Povo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Intervenções homenageiam negros que dão nome a ruas de SP

Talvez você passe todos os dias por essas ruas de SP e provavelmente não sabe quem são esses grandes nomes. Você sabia que Rebouças, Teodoro Sampaio, João...

Ex-membro de gangue é nomeado Professor do Ano em Missouri, nos EUA

Uma reviravolta gigante aconteceu na vida do Darrion Cockrell. Ele entrou para uma gangue quando tinha apenas 10 anos. E da vida na criminalidade,...

Astrônoma brasileira da Nasa investiga existência de vida na maior lua de Saturno: “Lembre-se de olhar o céu”

A astrônoma brasileira Rosaly Lopes tinha 12 anos de idade quando o astronauta Neil Armstrong pisou na lua, com a missão Apollo 11, no...

Instagram

Sem-teto filmada cantando ópera recebe convite para gravar álbum e arrecada mais de US$ 70 mil 2