Senegalês corrige valor de venda de óculos para cliente e atitude dá um tapa de luva no preconceito

Sobra honestidade do lado de quem busca uma vida melhor no Brasil. É o que mostra um imigrante senegalês que vende óculos na orla das praias cariocas. (Ajudar uma causa social pode ser mais fácil do que você imagina. Cadastre o seu Visa e escolha uma causa. Cada vez que você usar seu cartão, a Visa fará uma doação.)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem conta a história é a Juliana Figueiredo. “Ontem eu fui à praia e esse rapaz de Senegal, passou vendendo óculos, o meu tinha quebrado aí comprei um… R$35,00 era o preço (ta ne, praia.. Barra, peguei!) Aí usei o cartão e na claridade, nem vi valor…”, escreveu Juliana no Facebook.

Por engano, o rapaz cobrou 350 reais pelos óculos, mas o valor passou batido para Juliana. Quando percebeu a confusão, minutos depois, ele correu até Juliana desesperado, dizendo que tinha passado o valor errado. Ela entrou no aplicativo do banco e viu o débito na conta de 350 reais.

senegalês corrige valor venda óculo clientes

Obviamente, Juliana caiu em desespero. A sorte é que o rapaz usa uma maquininha de cartão que cobra o valor da compra um dia depois. O senegalês pediu ajuda para um colega que fala português para dizer à Juliana que não tinha feito aquilo por maldade. Ajudar uma causa social pode ser mais fácil do que você imagina. Cadastre o seu Visa e escolha uma causa. Cada vez que você usar seu cartão, a Visa fará uma doação. Cadastre-se!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Se ele não volta eu nem ia saber! Quando entrasse na conta ia sentir falta, mas já ia ser tarde demais”, afirma Juliana.

Isso aconteceu no domingo (01/07), na segunda-feira, ela foi atrás do rapaz na praia e pediu o número do WhatsApp dele. Eles trocaram mensagens e Juliana disse para o senegalês devolver 300 reais e ficar com 50 – 35 pelo valor dos óculos, mais 15, pela sua honestidade, podemos colocar assim.

“A foto do zap dele é um menino, perguntei se era filho dele, ele disse que sim. Comprei um carrinho de 20,00 e levei pra ele. O sorriso que ele deu, mudou meu dia. Ele ficou mais feliz por eu ter levado o carrinho, do que ter dado um dinheiro a mais.”

Juliana finaliza a publicação dizendo estar sem palavras para agradecer a honestidade do senegalês. Apesar das dificuldades que ele e sua família enfrentam, o rapaz achou que devia fazer a coisa certa, ao invés de tirar vantagem na venda dos óculos.

“Ainda existem pessoas boas. Ainda existe esperança. Ainda há fé num mundo melhor.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O relato de Juliana viralizou nas redes sociais, confira:

Conheça mais sobre o programa Visa Causas e apoie uma instituição sem pagar nada a mais por isso. É só cadastrar o seu cartão Visa e a cada transação no crédito ou débito, a Visa faz uma doação. Saiba mais!

crédito das fotos: Juliana Figueiredo/Facebook/Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,747SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Raí convoca você a contar sua história e poder fazer parte da Seleção do Carinho

A Johnson & Johnson, junto ao técnico Raí e uma equipe dos Olheiros do Carinho (incluindo a mim), está em busca de histórias extraordinárias...

Jovem que perdeu carro de trabalho em incêndio consegue comprar um novo após vaquinha bater R$ 23 mil

Em agosto, o Moisés passou maior perrengue, quando viu o seu único veículo, sendo acabado pelo fogo. Ele estava dormindo quando o pai o...

‘Drag Síndrome’: pessoas com Down conectam-se à arte drag e mostram ao mundo quem são

A rede britânica de televisão BBC divulgou recentemente um documentário que mostra a vida de pessoas com síndrome de Down que encontraram na arte...

Professora transforma guarda-chuvas em sacos de dormir para desabrigados

Centenas de guarda-chuvas estragados estão sendo transformados em sacos de dormir forrados com cobertores para pessoas que vivem em situação de rua em Porto...

Graças a vaquinha, mãe com atrofia grave que alimenta filho com a boca vai ganhar uma casa nova

Gente, conseguimos!!! 🎉 Graças à vocês, a Natalia, mãe com atrofia das articulações que alimenta seu filho autista com a boca, conseguiu colocar todas as...

Instagram

Senegalês corrige valor de venda de óculos para cliente e atitude dá um tapa de luva no preconceito 2