Jovem com Síndrome rara é a mais nova advogada de Teresina, no Piauí

A Renatinha é de Teresina, no Piauí, e se formou em Direito em agosto de 2018. Recentemente foi aprovada na prova da Ordem dos Advogados do Brasil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Renata tem Síndrome Mucopolissacaridose tipo VI e é deficiente visual, não pode andar sozinha na maioria dos ambientes. Precisa dar a mãozinha pra alguém. Ainda assim, decidiu cursar Direito e teve lidar com inúmeras leis e códigos, provas imensas e peças processuais, tudo com quase nada de acessibilidade.

Relacionado: Dia Mundial das Doenças Raras incentiva conhecimento sobre o tema que afeta mais de 13 milhões de brasileiros

Ela tirou de letra, assim como o Dudu Próspero. Para isso, ela contou com sua incrível força de vontade e com o imenso apoio de sua família.  A mãe da Renatinha lia todos os livros da faculdade pra ela, assim como as leis e todos os materiais necessários para as provas e, ainda, frequentava algumas aulas e revisões quando as duas tinham dúvidas sobre alguma matéria.

jovem síndrome rara advogada teresina

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além disso, a Renata gravava todas as aulas para escutar depois. Resultado: a Renata sempre tirava uma das notas mais altas da sala e sempre se destacou. Teve o TCC aprovado com nota máxima, com louvor!

As fotos são da colação de Grau, mais uma grande Vitória na vida da Renata e muitas ainda virão, pois ela não desiste nunca. O mais incrível é que ela está sempre sorrindo. É o sorriso de quem nunca deixou de viver por conta de limitação, sempre buscou se superar.

Leia também: Projeto incentiva a recolocação no mercado de trabalho para pessoas com mais de 50 anos

jovem síndrome rara advogada teresina

jovem síndrome rara advogada teresina

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As vezes, até faz piada com a situação. O que pra gente é difícil, nos leva a pensar que pra Renata será impossível, mas não! Ela vai atrás e consegue, com uma garra que nos motiva!

Dia Mundial das Doenças Raras

Para mostrar a importância de falar sobre doenças tão raras e tão pouco conhecidas, criou-se o Dia Mundial das Doenças Raras, celebrado no último dia de fevereiro, e que esse ano é celebrado com a campanha mundial Show your rare, show your care, traduzida para o Brasil como “As doenças podem ser raras, mas o cuidado não! Mostre que você se importa.”

Todos podem participar da campanha pintando o rosto, e registrando esse momento nas redes sociais com a #showyourrare ou a #rarediseaseday. No site também é possível encontrar fotos para da campanha para incluir nas suas redes sociais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além de aumentar a visibilidade geral sobre o tema, a iniciativa também quer atingir os decisores políticos, para que entendam e lutem pelas necessidades dos pacientes e suas famílias. Dessa forma, ontem, dia 27 de fevereiro, ocorreu uma Sessão Solene na Câmara dos Deputados, em Brasília. A iniciativa foi liderada pelo Deputado Federal Diego Garcia (PODE/PR), com apoio institucional da INTERFARMA e das empresas Alexion, BioMarin, PTC, Sanofi, Sarepta Takeda.

A Renata, com toda certeza, é um exemplo de força e persistência e uma grande razão pra acreditar!

Por Milanna Reis

Crédito das fotos: Arquivo da família

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,851,931SeguidoresSeguir
25,005SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ela teve a melhor ideia para conter a impaciência dos motoristas no trânsito

Débora colou um cartaz na parte de trás do carro que dizia: “Sou recém-habilitada. Agradeço a paciência”.

Estudantes criam ‘micro-ondas ao contrário’: gela bebidas em 1 minuto

Um trio de estudantes de uma escola pública do Distrito Federal desenvolveU um equipamento capaz de refrigerar uma lata de bebida em até 1...

Com mamãe coruja ‘feita de meia’, reserva ambiental cria corujinhas órfãs

A mamãe da espécie “coruja de igreja”, infelizmente, foi vítima da crueldade humana.

Ex-doméstica que estudou com livros retirados do lixo se forma em Direito

A ex-empregada doméstica Andreia Tavares, 31 anos, é fonte de uma história incrível de perseverança e superação. Recentemente, ela se formou em Direito, passou no...

Amigas vencem câncer e comemoram com camisetas escritas “Sobrevivente”

Chloe, Lauren, McKinley e Avalynn viraram amigas durante o tratamento.

Instagram

Jovem com Síndrome rara é a mais nova advogada de Teresina, no Piauí 2