Sistema japonês transforma emissões de carbono de fábricas em energia

0
1809

Uma das maiores preocupações ambientais é em relação às emissões de carbono na atmosfera, um dos grandes causadores das mudanças climáticas. No entanto, um grupo de pesquisadores da Universidade de Nagoya, no Japão, desenvolveu um sistema que pode reciclar todos estes gases e transformá-los em fábricas de energia, o que pode transformar o futuro da humanidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

emissões de carbono na atmosfera
Foto: Arnold Paul

De acordo com o estudo, através deste sistema as usinas seriam capazes de reduzir sua pegada de carbono, porém, mais do que isto, gerar ainda mais energia durante o processo!

Publicada na revista acadêmica ACS Sustainable Chemical Engineering, o processo todo é feito com baixas temperaturas, o que permite que o dióxido de carbono seja revertido em moléculas combustíveis.

A técnica

Atualmente já existem diversos sistemas de captura de carbono, mas o grande diferencial da proposta dos cientistas japoneses é que, o método funciona a temperaturas baixas, o que o torna praticável e, além disso, benéfico ao meio ambiente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Isto porque, os sistemas tradicionais utilizam tanta energia que se tornam inviáveis ambiental e economicamente.

Sistema japonês transforma emissões de carbono de fábricas em energia 2
Foto: Universidade de Nagoya

Sendo assim, através da baixa temperatura, as emissões de carbono podem ser misturadas com nitrogênio para formar moléculas combustíveis, como metano ou gasolina.

Embora  não substitua a transição para fontes de energia com emissão zero, esta tecnologia de captura de carbono pode ser um passo importante para controlar as mudanças climáticas.

Mudanças climáticas

Emissões de gases estufa acumuladas no último século são os maiores responsáveis pelo aumento da concentração de carbono na atmsfera e, consequentemente, pelas mudanças climáticas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

fábricas de energia sistema japonês
Foto: Unsplash

Apesar da técnica ser bastante promissora, vale lembrar que o ideal ainda continua ser investir em fontes de energia limpas e renováveis, como a solar e a eólica, já que evitar processos que emitem carbono ainda é o melhor caminho para construir um mundo mais sustentável!

Fonte: Futurism

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.