Site alemão funciona como um Airbnb para refugiados

Clique e ouça:

As imagens e histórias dos refugiados de guerra estão por toda a internet, com suas tragédias pessoas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No meio de tanta dor e trsiteza, um projeto alemão surge com um sopro de esperança.

Trata-se do Refugees Welcome, um site no estilo Airbnb, só que para refugiados.

A ideia é simples, o serviço conecta imigrates aos alemães dispostos a oferecer abrigo para essas pessoas. Até o momento, mas de 700 habitantes ofereceram acomodações.

Já alocaram 26 refugiados entre afegãos, nigerianos e sírios, e, para surpresa dos criadores do site, eles estão recebendo mensagens da Europa toda querendo cadastrar seus lares para receber essas pessoas que estão apenas em busca de paz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um dos fundadores, o professor Johann Schmidt, divide seu apartamento com um iraquiano desde novembro de 2014. “Azad me conta sobre seu país o tempo todo e consegue explicar o contexto da situação em seu país usando termos simples. Eu já aprendi um bocado com ele e gosto muito de ouvir suas histórias“, contou ao The Guardian.

Outros dois fundadores, Jonas Kakoschke e Mareike Geiling, vivem com Bakari, um imigrante de Mali, e ensinam a ele a língua alemã enquanto o visto de trabalho não chega.

Um curiosidade é que, mesmo que você de repente não tenha espaço para abrigar ninguém, você pode ajudar de outra forma, fazendo doações ao site, que são convertidas em pagamentos pela hospedagem, uma ajuda de custo para quem abriu generosamente suas portas.

Conhece histórias assim no Brasil? Conta pra gente!

640px-PEGIDA_DRESDEN_DEMO_12_Jan_2015_115724030.jpg=s750x1300

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Screen_Shot_2015-09-01_at_12.14.13_PM.png=s750x1300

Screen_Shot_2015-09-01_at_12.34.59_PM.png=s1300x1600

refugiados

refugiados2

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

refugiados3

refugiados4

refugiados5

refugiados6

Fonte: Magazine Good

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,075,532FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,534SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Policial compra bolo de aniversário para jovem que chorava por terem esquecido a data

O que você faria se todo mundo que você conhecesse esquecesse de seu aniversário? Esta situação, hipotética para muitos, aconteceu com um garoto tailandês....

Após 8 anos presos em gaiolas, leões de circo são resgatados e pisam na grama pela primeira vez

Não é de hoje que percebemos uma mudança radical nos cuidados aos animais de circo. O público tem cobrado mais responsabilidade com espaço, alimentação...

Depois da formatura, ela foi até o trabalho de seu pai, que é pedreiro, para agradecê-lo

Se tem uma coisa que a paraguaia Yudit Romero reconhece é o sacrifício que o pai fez para lhe dar a melhor educação possível. Don...

Instagram

Site alemão funciona como um Airbnb para refugiados 13