“(…) só é inovador aquilo que melhora a vida das pessoas.”

Já deu para perceber que há um movimento mundial de questionamentos sobre os rumos do planeta, e não estou falando só de sustentabilidade ambiental. Os assuntos humanitários também estão em alta e até o mercado começou a levá-los em consideração. O capitalismo está deixando sua selvageria um pouco de lado. Sem perder o lucro, claro! Isso acontece porque o consumidor está cada vez mais consciente dos seus direitos e deveres e também está atento às ações que as empresas- em particular as grandes-realizam para , sem demagogia, ajudar o próximo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

"(...) só é inovador aquilo que melhora a vida das pessoas." 2

São novos conceitos que tentam integrar diferentes realidades, como é caso do Brasil, palco de diversidades culturais e, agora, dos grandes eventos mundiais. E quem está inteirado dessa demanda busca aproveitar os benefícios dessa visibilidade. A empresa Mandalah, criada por Lourenço Bustani, 32 anos, junto com o publicitário Igor Botelho, trabalha justamente com essa ideia (que já falamos no começo do RPA aqui) .

“Para nós, o novo pelo novo não serve. Acreditamos que só é inovador aquilo que melhora a vida das pessoas e deixa um legado positivo para a sociedade. Por isso desenvolvemos projetos com a finalidade de criar, junto de organizações de todos os perfis e setores, produtos, serviços, visões de marca e culturas internas que equilibrem lucro e propósito. Existimos nesse círculo mágico no qual a empresa ganha, prospera, mas devolve obrigatoriamente um efeito benéfico para os cidadãos e para o mundo”, Victor Cremasco, Relações Públicas na Mandalah.

"(...) só é inovador aquilo que melhora a vida das pessoas." 3

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Entre seus clientes estão grandes marcas como a Natura, General Motors, Petrobras e Pepsi. Seus 50 funcionários estão distribuídos em seis cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, onde fica sua sede, Nova York, Cidade do México, Berlim e Tóquio. Na prática, a Mandalah aplicou esse conceito novo do mercado em um trabalho para a Nike no Rio de Janeiro. Levando em conta os eventos que irão acontecer na cidade, a empresa  recomendou trocar as ações espetaculares de marketing pela participação em atividades que deixem um legado para a população. Atualmente a marca patrocina torneios de futebol para jovens de baixa renda como os do Futebol Social, reformas de rampas de skate e a escola de surfe do Favela Surf Clube. Essa alternativa de casar lucro com impacto social positivo está se firmando cada vez mais, porque “Não vão sobreviver a longo prazo empresas que não souberem entender e agir de forma mais responsável no seu contexto de mundo”, afirma Victor.

Nessa equação todos saem ganhando!

Texto da Kelly Ribeiro.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,609SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Crianças do Guarujá se mobilizam para que nome de rua que homenageia um traficante de escravos seja mudada

Dizer que o futuro da humanidade está nas crianças não é exagero e essa notícia vai te provar isso. Algumas crianças, que possuem entre...

Jovem percorre mais de 1 mil quilômetros para salvar cãozinho atropelado

A jovem foi de Minas Gerais a São Paulo em busca da cirurgia para o cãozinho não ficar sem o movimento das pernas.

Funcionário do McDonald’s com síndrome de Down se aposenta após 32 anos e ganha homenagem

Russell O'Grady, de 48 anos, funcionário do McDonald's com síndrome de Down encantou os clientes da filial local por longos 32 anos. Ele vestiu pela...

Pais estimulam filho a preencher o álbum de figurinhas da Copa sozinho

Os pais do garoto viram no álbum de figurinhas da Copa uma oportunidade para ensinar ao filho planejar suas conquistas desde cedo.

Folha de bananeira substitui plástico em mercearia de SP

Fundada em 1926, por um português, a Casa Santa Luzia é quase centenária. Tantos anos de existência não seriam possíveis se não fosse antenada...

Instagram

"(...) só é inovador aquilo que melhora a vida das pessoas." 5