Soldado dá tênis para idosa ferida por causa de chinelo arrebentado

Era só mais um dia de patrulha, como todos os outros, quando a soldado Júlia viu a dona Maria Aparecida em um centro comercial, na cidade de Guarulhos (SP), com o rosto sangrando.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A soldado ofereceu ajuda, mas a senhorinha recusou. Relutante, Maria disse que não queria ser levada para lugar algum, “para não incomodar e não tomar tempo da viatura”. As informações são do blog da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

soldado senhora

Mas, a soldado do 31º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano insistiu, dizendo que levaria Maria para sua casa. No entanto, a policial levou a senhorinha para um pronto-socorro. A idosa estava com diversas escoriações em uma das mãos.

“Aguardei o atendimento e a levei para casa. Sensibilizei-me por ela dizer que estava fazendo sua caminhada diária, quando então caiu porque seu chinelo se arrebentou”, relembra a soldado. “Disse a ela que não era ideal fazer caminhada com chinelos, mas sim com tênis. Ela disse não ter condições de comprar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

soldado senhora

Sem dizer uma só palavra, Júlia espiou o número do calçado de Maria e, no mesmo dia, quando estava de folga, comprou um tênis para dar de presente à senhorinha, que passou o dia pensando na ajuda que recebeu da policial.

soldado senhoraAgora, Maria vai poder fazer suas caminhadas diárias com segurança, graças à sensibilidade da soldado Júlia.

Leia o relato completo da soldado:

“SOLDADO JÚLIA E A SENHORINHA MARIA: O ZELO QUE VIRA APREÇO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dia 28 de maio, enquanto patrulhava, eu vi essa senhora num comércio, sentada, com o rosto sangrando. Arredia, ela não queria ser levada para nenhum lugar, para não incomodar e não tomar tempo da viatura.

Mas eu insisti, dizendo que a levaria para casa; eu a enganei, levando ao pronto-socorro. Ela tomou ponto na mão. Estava com diversas escoriações, e até perdeu uma unha do pé.

Aguardei o atendimento e a levei para casa. Sensibilizei-me por ela dizer que estava fazendo sua caminhada diária, quando então caiu, porque seu chinelo se arrebentou. Disse a ela que não era ideal fazer caminhada com chinelos, mas sim com tênis. Ela disse não ter condições de comprar.

Sem dizer nada, espiei o número do calçado dela e, no mesmo dia, quando estava de folga, comprei um tênis para presenteá-la.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando a surpresa chegou, ela disse que estava pensando, feliz, lembrando-se da ajuda que lhe foi prestada. Com o presente dos chinelos, ela ficou ainda mais grata e feliz.”

Leia também!

Policiais pagam documentação atrasada de moto de porteiro que precisava levar a esposa ao médico

Policiais pagam almoço para menino carente em Joaçaba (SC) e gesto viraliza

Fotos © PMESP/Reprodução

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,638,512SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Como uma simples conversa mudou a vida de um desempregado que pedia esmola

Alguns minutos da sua atenção, não precisa ser muito, podem mudar para sempre a vida de uma pessoa que perdeu o rumo da vida. Um...

Menino que abriu brechó para ajudar mãe desempregada ganha prêmios no ‘Hora do Faro’

Olha onde o Brechó do Davi foi parar! ❤ Com a grande repercussão de sua história, o menino de 11 anos que vendia as próprias...

21 fotos que mostram a natureza ganhando a batalha contra a civilização

Será que nossa civilização é tão sólida e inabalável quanto pensamos? Se todas as rachaduras que aparecem nos nossos edifícios e máquinas pudessem responder,...

Índia se torna a primeira médica de aldeia no MS. Conheça a Dra. Dara!

Nascida e criada na aldeia indígena Te'yikue, na cidade de Caarapó (MS), a jovem índia Dara Ramires Lemes, 25 anos, alcançou seu grande sonho...

Instagram