Solteiro adota menina com Down rejeitada por vinte famílias

O italiano Luca Trapanese, de 41 anos, sempre quis adotar uma criança. Após muito procurar, encontrou Alba, uma menininha de apenas 1 ano e meio, que tem síndrome de Down, rejeitada por vinte famílias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Luca é solteiro, gay, católico praticante e desde a adolescência é voluntário em causas sociais, especialmente àquelas ligadas em abrigos que cuidam de crianças com doenças ou síndromes graves.

Fascinado por Alba, na qual conhece desde que a pequena tinha apenas um mês de vida, o italiano decidiu a adotar. Alba foi deixada pela mãe no hospital assim que a criança nasceu.

Solteiro adota menina com Down rejeitada por vinte famílias
O papai solteiro e sua filhinha. Foto: Reprodução/Facebook

Seu sonho de longa data, desde que começou a voluntariar em abrigos, era adotar uma criança com necessidades especiais, e agora Luca finalmente pôde realizar seu sonho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémMenina com síndrome de Down recusada em 4 escolas particulares celebra formatura em escola pública

“Uma criança com deficiência não é uma oportunidade da série B, mas uma escolha consciente em relação à minha vocação e minhas habilidades”, disse o italiano.

Amor instantâneo

Luca costuma dizer que o amor por Alba foi instantâneo, assim que a conheceu.

Agora adotada, ele conta com a ajuda de Luísa, que é governanta, da mãe dele e de uma outra senhora que tem um filho deficiente para cuidar de Alba.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Solteiro adota menina com Down rejeitada por vinte famílias
Foto: Reprodução/Facebook

Os esforços de Luca para adotar Alba têm inspirado milhares de pessoas, especialmente depois que o italiano começou a aparecer em diversos talk shows da Europa para contar sua história.

Leia tambémApós ser rejeitado duas vezes, menino é adotado por casal gay

“Minha página no Facebook e meu perfil atingiram mais de 12.000 pessoas. Eu recebo 500 mensagens por dia. É, portanto, uma reação inesperada. Mas isso nos faz refletir sobre o desejo de mudança por parte de muitos e muitos”, disse o papai ao portal GNews.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Abaixo, a entrevista de Luca a uma rede de televisão italiana:

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: SóNotíciaBoa
Foto de capa: Reprodução/Facebook

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,758,975SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Aretha Oliveira mobiliza a internet para ajudar homem que prefere dormir na rua a abandonar sua cachorrinha em SP

Aretha ainda os levou para casa de amigos, para que eles pudessem ficar lá enquanto a situação deles não for resolvida. <3

Denver contrata pessoas sem teto para trabalhar na cidade criando mais de 100 empregos formais

O governo de Denver - EUA, lançou em 2016 um programa chamado Denver Day Works, em que o governo pagava para os sem-teto trabalharem...

Troquei a festa de aniversário da minha filha com doença rara por uma ação social

A gente não passa por uma experiência dessas e deixa para lá. Eu nunca questionei "por que isso comigo?”, mas "o que eu faço com isso?". E foi aí que eu resolvi fazer duas coisas.

Ambev é reconhecida por iniciativas pela juventude e diversidade

A empresa recebeu o Selo de Direitos Humanos e Diversidade da Prefeitura de SP pelo projeto ‘Na Responsa!’ e por companhas de Skol.

Bebê adota filhote de cachorro vítima de maus tratos e as fotos deles juntos vão derreter seu coração

Nos braços do pequeno Archie, Nora encontrou conforto, carinho e segurança.

Instagram