Pesquisadores criam sorvete que ameniza efeitos da quimioterapia

Enjoos, tonturas, fraqueza e queda de cabelo são alguns dos efeitos colaterais da quimioterapia em pacientes com câncer. Outro efeito comum é a falta de apetite, agravada pelo surgimento de feridas na boca que dificultam a ingestão de alimentos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Agora, esses efeitos poderão ser amenizados com um alimento delicioso: sorvete. A novidade foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina, em parceria com uma fábrica de Florianópolis. As informações são do G1.

Leia também: Tatá Werneck se emociona ao conhecer história de gari que entrega refeições a pessoas carentes no RS

Nos sabores morangochocolate e limão, o sorvete funciona como um complemento alimentar. Ele foi servido a pacientes do Hospital Universitário da UFSC durante um ano.

Ao contrário dos sorvetes convencionais, o sorvete desenvolvido pelos pesquisadores não tem lactose nem glúten. Ele leva azeite de oliva desodorizado, whey protein isolado – proteína extraída do soro do leite, rica em aminoácidos e de fácil absorção – e fibra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A aceitação e os resultados do teste foram positivos. “Foi uma surpresa maravilhosa, o sorvete é delicioso e ele minimiza os efeitos da quimioterapia”, disse Carol Gilda Martins, paciente da unidade hospitalar. Desde março, ela faz tratamento para um câncer linfático.

Raquel Kuerten de Salles, do Departamento de Nutrição da UFSC, é uma das nutricionistas responsáveis pela pesquisa. Por ser gelado, ela explica que o sorvete ajuda a anestesiar inflamações na cavidade bucal, as mucosites, ou os famosos ‘sapinhos’, que dificultam a ingestão alimentar.

A quimioterapia também altera o paladar dos pacientes. Os alimentos têm um gosto diferente, aumentando a dificuldade para se alimentar – às vezes, só o cheiro da comida já incomoda, explica a médica Giovanna Steffenello, da equipe de Hematologia do hospital.

O aposentado Carlos Alberto Martins também sente que sua recuperação melhorou quando passou a consumir o sorvete. “Então com sorvetinho ficou tudo de bom. A recuperação é melhor ainda.”

Saboroso e eficiente no combate aos efeitos da quimioterapia, o sorvete serve como um incentivo para os pacientes seguirem firmes na sua recuperação juntamente com outros procedimentos para o tratamento do câncer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

[Nota da Redação]

Estamos com a campanha especial #PoderDoSomos com OMO contando histórias incríveis de projetos que transformam vidas! Confira o projeto anunciado Giovanna Ewbank:

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

crédito da foto: Reprodução/NSCT

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,855,215SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vídeo reúne as boas-vindas aos militares feitas pelos seus cães de estimação

Já mostramos aqui no RPA alguns momentos em que os cães veem seus donos voltarem depois de uma longa jornada fora de casa. Hoje...

Um ano depois, idosa que foi arrastada por carro em Taguatinga (DF) tem vida mudada com vaquinha

Com a vaquinha, dona Marina tem conseguido se manter em casa nessa pandemia e comprará uma casinha.

Mãe começa negócio para pagar escola da filha e hoje fatura R$ 40 milhões por ano

Esta história foi originalmente postada no “American Express OPEN forum” e no Mashable, é realmente uma história inspiradora, que vale a pena ser lida...

Empresa americana fabrica casas de até 29 metros que serão entregues pela Amazon!

Já não é de hoje que o mundo vem falando no estilo de vida minimalista. De fato, quanto menos coisas possuímos, mais livres podemos...

Artista plástica cria robôs adoráveis com materiais descartados

Adoráveis até no nome, os brinquedos conscientizam crianças de escolas de Santa Catarina sobre o problema do lixo de maneira lúdica.

Instagram