Início SOCIAL Cidadania SporTV celebra projetos sociais que revelaram atletas como a judoca Rafaela Silva

SporTV celebra projetos sociais que revelaram atletas como a judoca Rafaela Silva

O canal de esportes por assinatura SporTV, do Grupo Globo, está celebrando os projetos sociais que apoia – um deles revelou a judoca Rafaela Silva, medalhista de ouro na Olimpíada Rio 2016.

A série de cinco filmes faz parte das ações de impacto positivo do canal e visa fomentar o esporte, promover o respeito e incluir grupos minoritários no universo esportivo.

Leia também: Atleta apresenta jiu-jitsu para prima com Síndrome de Leigh

Produzidos pela área de Comunicação & Branding da Globosat, os filmes contam a história dos projetos patrocinados pelo SporTV através da Lei de Incentivo ao Esporte, e que beneficiam cerca de 4000 pessoas em cinco estados brasileiros.

“Nosso objetivo é dar luz ao trabalho dos projetos que patrocinamos e que transformam a vida de milhares de crianças e adolescentes por meio do esporte. E apesar do nosso foco não estar no alto rendimento, vemos que a paixão pelo esporte tem movido essas crianças e adolescentes para sonhos e conquistas maiores”, diz Bianca Maksud, diretora de marketing do Esporte do Grupo Globo.

Além da judoca Rafaela Silva, outra atleta revelada por um dos projetos patrocinados é a tenista Maria Bloot, aluna do Instituto Ícaro e primeira colocada do ranking feminino sub-14 da Confederação Brasileira de Tênis (CBT). Ou ainda a jogadora de vôlei Glayce Kelly, da seleção sub-20, revelada pelo Instituto Brasileiro de Excelência no Esporte & Cultura.

A cada vídeo, é possível conhecer a história de um dos projetos a partir da perspectiva de quem está dentro deles. Serão lançados vídeos apresentando:

Instituto Ícaro– Projeto curitibano que, desde 2003, usa o tênis como ferramenta de contribuição para a sociedade. Atualmente atende 500 crianças e jovens que tenham interesse no esporte.

Instituto Peito Aberto – Sediado em Salvador, o projeto tem como principal objetivo transformar o amanhã dos integrantes. Com foco no futebol, atende 450 crianças em risco social e que não teriam a oportunidade de praticar esporte. O projeto usa o espaço da arena Fonte Nova e trabalha com crianças que moram no entorno do estádio.

Instituto Reação – Fundado pelo ex-atleta e medalhista Olímpico Flávio Canto, o projeto atende 1500 crianças e existe desde 2003. Segundo Flávio, um dos principais objetivos do projeto é mudar o mundo através do esporte e da arte marcial.

IBEEC – Desde 2012, o projeto atende 900 crianças e adolescentes e usa o vôlei como principal ferramenta de socialização e desenvolvimento humano.

União Jovem do Rincão – Direto de Novo Hamburgo, o projeto foi criado com a intenção de colaborar com as famílias e escolas para a formação dos jovens. Através do futsal, os fundadores acreditam que o esporte é uma rede de apoio para a formação dos participantes.

crédito da foto: SporTV/YouTube

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,401FãsCurtir
1,678,194SeguidoresSeguir
8,220SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Vizinhos cuidam da lavoura de família que busca tratamento para filhas

Essa é uma daquelas histórias para encher o nosso coração de esperança nesse início de ano. Mais de 100 pessoas fizeram um mutirão para...

Aluno usa dinheiro que ganhou de aniversário para pagar ida de amigo a excursão

Um gesto de amizade envolvendo dois estudantes da escola Francisco Murilo Pinto em Bragança Paulista (SP) tem comovido milhares de pessoas na internet.

Instagram