Startup brasileira produz embalagens biodegradáveis feitas de mandioca

O consumidor atual já pensa muito em comprar mais de marcas sustentáveis. E isso foi comprovado em pesquisa, realizada pela Nielsen em 2019.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Então uma startup de São Paulo viu a oportunidade de empreender e aumentar o consumo de produtos ecológicos. Eles desenvolveram embalagens e copos a partir da fécula da mandioca brava.

startup produz embalagens a partir da mandioca
Foto: reprodução Já Fui Mandioca

Vaquinha para jovem morador de periferia continuar com seu projeto de dar aulas de reforço para crianças. Faça a sua contribuição!

Startup também valoriza questões sociais

Stelvio Mazza, empresário da “Já Fui Mandioca”, fala das vantagens de usar a mandioca como matéria-prima de suas embalagens.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tem vários motivos para a escolha desse ingrediente. O Brasil é um dos maiores produtores de mandioca do mundo. Normalmente, quem planta mandioca são pequenos agricultores. Tem uma questão social muito legal aí. Além disso, só ela consegue dar propriedades físico-químicas para fazer o nosso processo. Nenhum outro tipo de amido ia poder gerar isso pra gente”, explica.

startup produz embalagens a partir da mandioca
Foto: reprodução Já Fui Mandioca

A fabricação mistura amido ou a fécula da mandioca brava, que não é própria para consumo humano.

A gente foi se inspirar na natureza e copia o ciclo para a embalagem mais perfeita que existe. Se você for pensar, é a casca de uma fruta”, diz Stelvio.

Eles usam equipamentos próprios

Além de inovar com as embalagens a “Já Fui Mandioca” ainda utiliza equipamentos criados pela própria startup.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O maquinário ainda favorece o tempo de produção. Eles produzem mais embalagens em um menor tempo, se compararmos com as máquinas existentes no mercado hoje. Isso ajuda também no custo do produto e torna a empresa mais viável financeiramente.

As pessoas não têm noção da jornada que é tirar um produto de laboratório e transformar em escala para virar um produto, ter uma empresa e conseguir vender a um preço acessível. As pesquisas começaram há mais de 17 anos, a gente conseguiu escalar o negócio através de muita tentativa e erro mesmo, não tem milagre”, afirma Stelvio.

No catálogo, a empresa oferece potes, pratos e embalagens para delivery. A novidade são os potes de sorvete e de salada que viram adubo para jardim em 20 dias, com a água da chuva.

startup produz embalagens a partir da mandioca
Foto: reprodução Já Fui Mandioca

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele vai se compostar, vai virar adubo e não vai gerar nenhum resíduo para o meio ambiente”, explica o empresário.

Os valores são bem acessíveis. As embalagens custam de R$ 0,60 a quase R$ 3 a unidade.

A gente não vende embalagem, a gente vende justamente um conceito de economia circular. O desafio é justamente mostrar esse diferencial para o cliente, para que ele possa entender toda a cadeia, desde a produção até o descarte”, afirma Stelvio.

E uma sorveteria em São Paulo apostou nas embalagens biodegradáveis e faz maior sucesso com isso.

Marcus Nakata, dono da sorveteria, concorda que as embalagens são um ótimo investimento: “A gente acredita que pelo meio ambiente vale pagar um pouco mais, até pelo conceito que a gente criou com a marca”.

Stelvio acredita que a nossa biodiversidade ainda pode nos favorecer muito. “Isso mostra como a natureza pode ensinar a gente, o quanto de solução podemos tirar dela. Acho que não é só mandioca, tem muitas outras matérias-primas que estão sendo descobertas e ainda vão ser descobertas que o nosso próprio planeta cria pra gente”, afirma.

Eu achei todas as embalagens maravilhosas!

Fonte: Vibe Mundial FM

[Nota da Redação]

Essas mulheres pegam fiações, borrachas e fios de cobre de instalações elétricas que virariam lixo e transformam tudo em lindas biojoias personalizadas.

É uma coleção mais linda que a outra!

Essa iniciativa faz parte do projeto @giro.social do Enel Compartilha Empreendedorismo @enelbrasil, que chegou no interior do Ceará para estimular a geração de renda de uma maneira mais sustentável a essas mulheres.  

Veja:

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Animação simpática mostra situações que fazem parte do cotidiano dos amigos

Uma definição interessante desse vídeo mostra muito sobre o tema: “Um amigo é alguém com quem você tem uma ligação de afeto mútuo, e...

Animador da Pixar lança curta sobre experiência com seu filho autista

No mês passado, a Pixar lançou três novas animações, que fazem parte do projeto "SparkShots". Uma delas é Float ("Flutuador", em tradução livre). O curta-metragem apresenta...

Jovens internos criam aquecedor solar sustentável que será construído em abrigo

Jovens internos da Fundação Casa, na cidade de Batatais, interior de São Paulo, desenvolveram um aquecedor solar com canos de PVC e garrafas plásticas,...

Casal de 100 e 96 anos celebra casamento em casa de repouso

No último sábado (29), um simpático casal de idosos celebrou seu casamento em uma casa de repouso de Campinas (SP). Branca, 96 anos, e Marcelino,...

UNESCO defende a discussão de gênero e sexualidade nas escolas

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil defende há algum tempo a discussão de gênero...

Instagram