Startup em Uganda transforma resíduos plásticos em protetores faciais para hospitais

Clique e ouça:

Através de uma iniciativa inovadora, uma startup de Uganda, na África, está transformando garrafas plásticas em protetores faciais para hospitais, também conhecidos como EPI – equipamentos médicos de proteção individual.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desta maneira, eles não somente combatem a escassez de equipamentos hospitalares devido à pandemia, como reciclam resíduos plásticos, um dos maiores poluidores de meio ambiente.

Fundadores da Takataka Plastics
Foto: Takataka Plastics

A atividade dos sócios Peter Okwoko e Paige Balcom começou desde que o governo ordenou o fechamento de todos os negócios não essenciais.

Fundadores da Takataka Plastics, ao invés de deixar a fábrica parada, eles decidiram usar as instalações para ajudar o país a vencer o coronavírus, salvando assim milhares de vidas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

equipamentos de proteção hospitais
Foto: Takataka Plastics

Quando um país está no auge da pandemia, hospitais enfrentam uma crise de escassez de materiais, o que representa um sério risco aos pacientes e a profissionais da saúde também.

A ideia surgiu depois que o casal publicou uma imagem de um protótipo produzido por eles nas redes sociais sociais. Em seguida, os empreendedores receberam a ligação de um hospital regional pedindo 10 protetores faciais, já que eles não tinham o suficiente.

Peter Okwoko fundador
Foto: Takataka Plastics

Em entrevista à Reuters, Okwoko disse que no final da tarde do mesmo dia, o hospital aumentou o pedido, dizendo que os protetores faciais eram mesmo muito eficientes. Até hoje já foram mais de 1200 protetores distribuídos pelo país!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

poluição plástica
Foto: Takataka Plastics

Mas o melhor de tudo é que esta iniciativa também contempla um lado social extremamente importante. Dos 14 funcionários da empresa, seis eram jovens sem teto e sem emprego, que hoje estão tendo a oportunidade de reescrever a história de suas vidas.

Equipamentos de proteção

Cerca de 500 dos equipamentos de proteção foram vendidos à ONGs e unidades de saúde de gestão privada a baixo custo e os outros 700 foram doados a hospitais públicos de Uganda.

reciclagem máscaras hospitalares
Foto: Takataka Plastics

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O próximo passo é expandir as operações da fábrica para criar uma estação de reciclagem e processamento de plástico maior e mais eficiente. Atualmente, eles conseguem reciclar cerca de de 60 kgs de plástico por dia, mas o objetivo é estabelecer uma capacidade mensal de 9 toneladas.

resultado reciclagem
Foto: Takataka Plastics

Fonte: Good News Network

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,060,124FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
18,710SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem com deficiência cria lindas caminhas para cães e gatos, mãe pede apoio, e ele vende tudo!

O garoto Elías tem uma deficiência, mas quem diz que ela o impede de fazer caminhas para cães e gatos que são a coisa...

Estudante que trabalhou como gari para pagar a faculdade é aprovado em direito em Harvard

“Uma carta aberta para o meu irmão mais velho”. Foi assim que o mais novo estudante de Direito em Harvard começou um post que...

Babá eletrônica flagra gatinho que fingia não gostar da bebê fazendo carinho e dormindo com ela

Sabe aquela história de que quando estamos sozinhos (ou assim pensamos...) temos atitudes diferentes das que temos quando sabemos que estamos sendo observados? Esta...

Vovô de 91 anos pede ajuda para a sua loja de tecidos e recebe encomendas do país inteiro

Com a retomada do comércio em Guarulhos (SP), a Aon Tecidos ganhou um garoto propaganda para lá de especial: o Sr. Youssef. O comerciante...

Estudante mexicana cria plástico de casca de laranja que se decompõe em 90 dias

A estudante mexicana Giselle Mendonza venceu um concurso nacional apresentando um bioplástico que ela criou da casca de laranja. Giselle disse que sua ideia surgiu...

Instagram

Startup em Uganda transforma resíduos plásticos em protetores faciais para hospitais 14